Fatos notáveis da história do xadrez

Pesquisa: Waldemar Costa

(Em localizar do seu computador, digite um nome sobre o assunto que você quer saber)

Efemérides mês de janeiro
1/1/1806Em Tartu (Estônia), nasce Lionel Kieseritzky. Na época do seu nascimento, a atual cidade de Tartu tinha o nome de Dorpat. Ele faleceu com problemas mentais em Paris (França) em 18/5/1853. Kieseritzky ficou famoso por causa da partida que perdeu para o alemão Adolf Anderssen em Londres 1851, chamada de "A Imortal". foi fundador e editor da revista francesa de xadrez La Regence, que circulou de 1849 a 1851.
14/1/1899Em São Paulo, o enxadrista Maurício Levy inicia a sua coluna histórica de xadrez, publicada aos sábados no jornal Diário Popular. Levy deu continuidade a coluna de xadrez de Edward Corbet no mesmo jornal, que saiu nos anos de 1885 e 1886. Maurício Levy manteve a coluna por mais de 50 anos até o dia da sua morte, no início da década de 1950.
23/1/1910Em Petrópolis (RJ) , nasce Walter Oswaldo Cruz, grande enxadrista do passado e filho do famoso cientista Oswaldo Cruz. Walter Cruz participou somente de nove Campeonatos Brasileiros. Ganhou seis (1938, 1940, 1942, 1948, 1949 e 1953). Foi vice-campeão brasileiro nos outros três (1928, 1929 e 1939). No Sul-Americano de Carrasco (1938 - Montevidéu, Uruguai), conseguiu um feito espetacular ao empatar com o então campeão do mundo Alexandre Alekhine. Walter Cruz faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 3/1/1967.
7/1/1916Em Narva (Estônia), nasce Paul Keres. Ele faleceu em 5/6/1975, no aeroporto de Helsinque (Finlândia), vítima de ataque cardíaco, quando regressava de Vancouver (Canadá), onde havia ganho importante torneio internacional. A partir de 1948, seu nome sempre figurou na lista dos prováveis campeões do mundo. Foi campeão da Estônia em 1942, 1943, 1945 e 1953. Campeão da União Soviética em 1947, 1950 e 1951. Conquistou 36 torneios internacionais no período de 1936 a 1975.
26/1/1935Em Reykjavic (Islândia), nasce Fridrik Olafsson, presidente da FIDE de 1978 a 1982. Olafsson é considerado o maior jogador islandês de todos os tempos. Em 1959, disputou juntamente com Tal, Keres, Petrosian, Smyslov, Fischer, Gligoric e Benko, o direito de disputar o título mundial com Mikhail Botvinnik. Foi Mikhail Tal que venceu esse Torneio de Candidatos, sendo campeão do mundo no ano seguinte.
30/1/1937Em Leningrado (Rússia), atual São Petersburgo, nasce Boris Spassky, campeão mundial de 1969 a 1972. Spassky foi campeão mundial juvenil em 1955. Foi um grande enxadrista da antiga União Soviética, participando de diversas olimpíadas conquistadas pelos soviéticos. Em 1976, casou-se com uma francesa, passando a morar na França.
13/1/1941Em Nova Iorque (Estados Unidos), morre Emanuel Lasker, campeão do mundo de 1894 a 1921. Lasker nasceu em Berlim (Alemanha) em 24/12/1868. Ele ao mesmo tempo que ganhava muitos dos maiores torneios da sua época, editou uma revista e publicou livros de xadrez, criando nova técnica de jogar xadrez e moderno conceito de finais. O match em que perdeu o título para Raúl Capablanca em 1921 reuniu na certa os dois maiores jogadores de xadrez da primeira metade do século XX.
15/1/1944No Rio de Janeiro, no antigo Distrito Federal, Rodolfo Magioli é eleito presidente da Federação Metropolitana de Xadrez - FMX (entidade controladora do xadrez da cidade do Rio de Janeiro) para o biênio 1944/1945. Magioli foi um grande incentivador do xadrez na época que o Rio era a capital da República. Foi diretor de xadrez do São Cristóvão Atlético Clube. Na mesma reunião, foi eleito o Conselho Fiscal da FMX: Edwin de Barros (Clube Militar), Rubens Brito (Clube Municipal) e Mário Aché Cordeiro (Clube Sul América).
24/1/1947Em São Paulo (SP), Miguel Najdorf estabelece o recorde mundial de simultâneas às cegas. Jogou contra 45 tabuleiros (39 vitórias, quatro empates e duas derrotas), com quase 24 horas de duração. Não puderam participar da prova enxadristas de primeira categoria. As duas derrotas foram para Norman Potter e Renê Zmekhol (revezando no tabuleiro nº 41- tempo:21h50min de jogo) e H. Alvarenga (no tabuleiro nº 45 - tempo: 20h45min de jogo).
23/1/1952Em Santa Cruz (RS), nasce Henrique da Costa Mecking (Mequinho), o maior jogador da história do xadrez brasileiro. Menino prodígio, foi campeão gaúcho aos 12 anos (1964), campeão brasileiro aos 13 anos (1965) e aos 15 anos (1967) e campeão sul-americano aos 14 anos (1966). Entre as muitas vitórias internacionais, se destacam as conquistas de dois interzonais (prova máxima para chegar a ser candidato ao título mundial): Interzonal de Petrópolis (RJ) em 1973; e Interzonal de Manila (Filipinas) em 1976.
13/1/1957Em São Paulo, nasce Sadi Dumont, vice-campeão brasileiro em 1990 (o campeão foi Roberto Watanabe). Sadi foi campeão estadual do Rio de Janeiro em 2000. Campeão carioca em 1988 e 2005. Sadi aprendeu a jogar xadrez na escolinha da AABB-Lagoa (Rio de Janeiro), juntamente com Eduardo Limp. O professor da escolinha era A.P. Santos.
18/1/1960No Rio de Janeiro (RJ), no antigo Distrito Federal, Oswaldo Pereira Caldas é reeleito presidente da Federação Metropolitana de Xadrez - FMX (entidade controladora do xadrez, quando o Rio era capital da República, continuando com o mesmo nome durante o Estado da Guanabara).
30/1/1960No Rio de Janeiro (RJ), no antigo Distrito Federal, o General Edmundo Gastão da Cunha é reeleito presidente da Confederação Brasileira de Xadrez - CBX, em assembléia realizada no Clube Militar.
17/1/1961Em Kutaisi (Geórgia), nasce Maia Chiburdanidze, campeã mundial de 1978 a 1991. É considerada a primeira menina prodígio do xadrez internacional. Com doze anos de idade, jogava simultâneas contra adultos em sua cidade natal e em Tibilissi, capital da Geórgia.
24/1/1962No Rio de Janeiro (RJ), nasce Hermes Amílcar, vice-campeão brasileiro em 1983. Hermes Amílcar Machado Júnior também foi campeão estadual do Rio de Janeiro em 1982 e campeão carioca em 1984.
25/1/1962No Rio de Janeiro (RJ), no antigo Estado da Guanabara, toma posse no cargo de presidente da Federação Metropolitana de Xadrez, o então campeão brasileiro Olício Gadia.
22/1/1963Em Brasília (DF), o Ministro da Educação e Cultura, Darcy Ribeiro, institui no Brasil duas competições estudantis de xadrez: Campeonato Estudantil Individual e Campeonato Estudantil por Equipes.
13/1/1964No Clube de Xadrez Guanabara (Rio de Janeiro), J. T. Mangini é eleito presidente para o biênio 1964-1965 da Federação Metropolitana de Xadrez (entidade anterior à FEXERJ das épocas do Distrito Federal e do Estado da Guanabara). No mesmo dia, foi eleito o Conselho Fiscal da entidade: João Marcos Vieira, Waldemar Costa e Carlos Diegues Galvão..
25/1/1964No Rio de Janeiro (RJ), no antigo Estado da Guanabara, o General Edmundo Gastão da Cunha é reeleito por unanimidade presidente da Confederação Brasileira de Xadrez - CBX, em assembléia no Clube Naval..
18/1/1966Em Leningrado (Rússia), atual São Petersburgo, nasce Alexander Khalifman, campeão mundial 1999/2000
31/1/1966No Rio de Janeiro (RJ), no antigo Estado da Guanabara, Márcio Elísio de Freitas é eleito presidente da Confederação Brasileira de Xadrez - CBX, substituindo o General Edmundo Gastão da Cunha, em assembléia no Clube Militar.
9/1/1967Em São Paulo, morre Ludwig Engels, grande incentivador do xadrez paulista. Nasceu em Düsseldorf (Alemanha) em 11/12/1905. Em 1939, em Buenos Aires, conquistou na equipe da Alemanha as Olimpíadas de Xadrez. No final da competição, resolveu morar em São Paulo, pois na Europa estava começando a II Guerra Mundial. Engels foi grande colaborador para o desenvolvimento do xadrez paulista, principalmente no Clube de Xadrez São Paulo. Também escreveu durante muitos anos a coluna de xadrez do jornal O Estado de São Paulo.
15/1/1968No Tijuca TC (Rio de Janeiro), Hilwan Cantanhede é eleito presidente da Federação Metropolitana de Xadrez. Cantanhede recebeu oito votos dos clubes presentes. O outro candidato foi o General Pianchão de Carvalho, que obteve cinco votos.
15/1/1970No Tijuca TC (Rio de Janeiro), Luciano Nilo de Andrade é eleito presidente da Federação Metropolitana de Xadrez. Votação dos três candidatos: Luciano de Andrade - doze votos, Henry Levinsphul - cinco votos, General Pianchão de Carvalho - três votos. Conselho Fiscal eleito: J. T. Mangini, Almeida Soares e J. Alencastro.
10/1/1972Em Copacabana (Rio de Janeiro), é inaugurado o Centro Educacional de Xadrez (CEX), presidido por Amâncio de Carvalho. J. T. Mangini e A. P. Santos foram os principais professores do CEX.
14/1/1972No Rio de Janeiro, Luciano Nilo de Andrade é reeleito presidente da Federação Metropolitana de Xadrez, derrotando a única candidata Helenita Hoffman. Conselho Fiscal eleito: Moacir Tavares, Grijalva Pires e Mário Montenegro
21/1/1974No Rio de Janeiro (RJ), no antigo Estado da Guanabara, Júlio Souza Mendes (filho do campeão brasileiro Souza Mendes), é eleito presidente da Federação Metropolitana de Xadrez - FMX, em substituição a Luciano de Andrade, em assembléia no Automóvel Clube.
8/1/1980No Rio de Janeiro (RJ), morre Oswaldo Marques de Oliveira, campeão em 1941 do antigo Estado do Rio de Janeiro (atualmente interior do novo Estado). Na década de 1970, ele escreveu um coluna de xadrez no jornal carioca "A Tribuna da Imprensa". Oswaldo Marques nasceu em 15/3/1911.
31/1/1982No Rio de Janeiro (RJ), Reynaldo Veloso é eleito presidente da Federação de Xadrez do Estado do Rio de Janeiro - FEXERJ, substituindo J. T. Mangini.
4/1/1988Em São Paulo, morre Márcio Elísio de Freitas, grande benemérito do xadrez paulista . Ele foi o único responsável para o Clube de Xadrez São Paulo ter sede própria (inaugurada em 1960), que ocupa quatro andares no Centro da capital, um dos maiores clube de xadrez do mundo, alguns dizem que é o maior. Márcio foi campeão brasileiro em 1947, vice-campeão em 1949 e diversas vezes campeão paulista. Foi presidente da Confederação Brasileira de Xadrez, Federação Paulista de Xadrez e do CX São Paulo. Nasceu em Belo Horizonte em 26/11/1925.
7/1/1995Em Londres (Inglaterra), morre Harry Golobek. Ele também nasceu em Londres em 1/3/1911.. Ele é autor de enorme literatura sobre o xadrez, a maioria de seus livros são biografias de enxadristas. Sua principal obra é The Encyclopedia of Chess (Enciclopédia de Xadrez), publicada em Londres em 1977. Foi campeão britânico em 1947, 1949 e 1955. Defendeu a Inglaterra em diversas Olimpíadas de Xadrez. Foi consagrado árbitro internacional. Em 1979, no Rio de Janeiro, foi o árbitro principal do Interzonal, disputado no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.
1/1/1996No Rio de Janeiro, morre Luiz Felipe Burlamaqui, campeão carioca individual em 1939, 1940 e 1944. Foi campeão carioca interclubes em 1928 (Fluminense), 1929 (Fluminense), 1936 (CX Rio de Janeiro) e 1944 (CX Rio de Janeiro). Burlamaqui nasceu no Rio de Janeiro em 25/5/1904.
26/1/1998No Rio de Janeiro (RJ), morre José Adail Catunda Gondim, participante de várias fases finais do Campeonato Brasileiro. Adail foi campeão carioca em 1955. Campeão fluminense (antigo Estado do Rio, antes da fusão) em 1957. Nasceu em Fortaleza (CE) em 16/4/1915.
27/1/2004Em Macaé (RJ), morre Fernando Frota, campeão em 1972 do antigo Estado do Rio de Janeiro. Ele nasceu em 15/10/1930, no bairro de Bento Ribeiro, na cidade do Rio de Janeiro, mas foi morar com a família em Macaé com menos de um ano de idade
13/1/2008Em Atibaia (SP), morre aos 89 anos de idade o enxadrista Paulo Gonçalves Guimarães, grande jogador e dirigente do xadrez de São Paulo nas décadas de 1970 e 1980. Paulo Guimarães foi presidente do Clube de Xadrez São Paulo e da Federação Paulista de Xadrez. Nasceu em 1908.
18/1/2008 Em Reikjavik (Islândia), morre o GM inativo dos Estados Unidos Bobby Fischer, considerado como o maior enxadrista do mundo de todos o tempos. Fischer morava em Reikjavik desde 2005. Antes, passou oito meses preso no Japão, por motivo dos Estados Unidos ter pedido sua extradição. Ele tinha sido condenado pela Justiça Americana a 10 anos de prisão por problemas de imposto de renda e também por descumprir uma sanção contra a antiga Iugoslávia ao jogar um match em 1992 contra Boris Spassky na comemoração dos vinte anos do match pelo Mundial em Reikjavik. Robert (Bobby) James Fischer nasceu em Chicago (Estados Unidos) em 9/3/1943. A carreira de Fischer foi brilhante desde menino. Venceu dois interzonais em 1962 e 1970. Participou dos Torneios de Candidatos de 1959 e 1962. Em 1965, a FIDE decidiu que a escolha do desafiante seria em matches e não em torneio. Fischer foi contra a idéia e não participou do ciclo do mundial, a partir de 1964. Voltou de maneira irresistível em 1970 para a escalada da conquista do título mundial. Venceu o Interzonal de Palma de Mallorca (1970), com três pontos na frente dos segundos colocados (Geller, Hübner e Larsen). Nos matches de candidatos, continuou a arrasar seus fortes adversários: venceu Mark Taimanov por 6 a 0, Bent Larsen por 6 a 0 e Tigran Petrosian por 6,5 a 2,5. Em Reykjavik (Islândia) conquistou o título mundial ao derrotar Boris Spassky por 12,5 a 8,5, ficando com o título de 1972 a 1975. A FIDE em 1975 cassou o título de Fischer e proclamou Anatoly Karpov campeão do mundo, em virtude de Fischer insistir em só disputar o título se entidade aceitasse suas propostas de mudanças do regulamento.
23/1/2009 Em Buenos Aires, morre aos 86 anos de idade o GM argentino Hector Rosseto, vítima de infarto no hospital em que estava internado. Rosseto nasceu em Bahia Blanca (Argentina) em 8/9/1922. Aprendeu a jogar xadrez aos quatro anos de idade. Foi cinco vezes campeão argentino individual: 1942, 1944, 1947, 1961 e 1972. Conquistou o Torneio Internacional Mar Del Plata (na época uma das maiores competições do mundo) em 1949 e 1952. Rosseto foi vice-campeão do Zonal Sul-Americano de 1957, no Rio de Janeiro (o campeão foi Oscar Panno), Foi campeão do Zonal Sul-Americano de 1963, em Fortaleza (Ceará). Rosseto nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez - Rosseto participou seis vezes da equipe argentina nas Olimpíadas: 1950 (Dubrovnik, Iugoslávia) - a Argentina foi vice-campeã!, com a Iugoslávia em primeiro; 1952 (Helsinki, Finlândia) - a argentina novamente vice-campeã!!, com a União Soviética em primeiro; 1954 (Amsterdam, Holanda) - a Argentina pela terceira vez seguida vice-campeã!!!, com a União Soviética em primeiro; 1962 (Varna, Bulgária) - a Argentina terceiro lugar, com a União Soviética em primeiro e a Iugoslávia em segundo; 1968 (Lugano, Suíça) - sétimo lugar; e 1972 (Skopje, Iugoslávia) - 14º lugar.
23/1/2011 Em Tubarão (SC), morre Sérgio Pizolati Dalsasso, ex-presidente da Federação Catarinense de Xadrez. Ele nasceu na cidade catarinense de Orleans em 1940. Foi morar em Tubarão em 1958. Sérgio Dalsasso foi eleito prresidente da FCX no dia 19/11/1978, substituindo Jorge Kotzias, que faleceu em pleno exercídio da presidência da entidade catarinense.
7/1/2013 Em Monte Santo de Minas (MG), morre Sérgio Farias (Sérgio Antônio Barreira Lopes de Farias), por motivo de grave doença que o deixou tetraplégico e sem fala desde 1998. Sérgio Farias foi presidente da CBX (Confederação Brasileira de Xadrez) de 1978 a 1979 e 1983 a 1987. Em 1979, quando era presidente da CBX, organizou o Interzonal do Rio de Janeiro, realizado no Copacabana Palace. Sérgio Farias foi campeão do antigo Estado do Rio de Janeiro (atual interior do novo Estado do Rio) em 1961. Foi campeão do Interclubes-RJ em 1963 (Clube de Xadrez Carioca), 1971 (Clube de Xadrez Guanabara), 1984 (Flamengo) e 1986 (Flamengo). Nasceu no Rio de Janeiro (RJ) em 28/8/1935.
8/1/2014 Em Buenos Aires (Argentina), morre o Mestre Internacional Luis Bronstein. Ele nasceu em Córdoba (Argentina) em 2/6/1946. Bronstein participou da equipe da Argentina em três Olimpíadas Mundiais de Xadrez: Haifa (1976), Buenos Aires (1978) e Lucerna (1982). Foi campeão do Torneio Aberto Internacional de Mar del Plata em 1983. Luis Bronstein morou no Rio de Janeiro nas décadas de 1970 e 1980. Nesse período, foi campeão pela equipe do Clube de Xadrez Guanabara do Interclubes do Rio de Janeiro (FEXERJ) em 1980.

 

 

Efemérides mês de fevereiro
22/2/1072 Em Óstia (Itália), morre o Cardeal Piero Damiani. Ele nasceu no ano de 1007 (primeira década do século XI e do segundo milênio da Era Cristã). Damiani liderou campanha contra o jogo de xadrez, por considerá-lo vergonhosa frivolidade dos muçulmanos. Em 1061, escreveu ao Papa Alexandre II pedido para proibir a prática do xadrez no clero. Na mesma carta, Damiani requereu ao papa a punição de bispo italiano, que jogava xadrez todas as noites. O Papa Alexandre aceitou os pedidos do cardeal de Óstia, e o xadrez ficou proibido na Igreja durante todo o século XI. Somente no século XII, é que iniciou um abrandamento por parte da Igreja em relação ao xadrez.
21/2/1694 Em Paris (França), nasce Jean François Voltaire, grande escritor francês do século XVIII. Voltaire gostava de jogar xadrez, e freqüentava o Café de la Régence, em Paris (famoso reduto de enxadristas da época). No la Régence, Voltaire jogou xadrez com Philidor.
1/2/1877 No Rio de Janeiro, começa a circular a coluna de xadrez de Artur Napoleão na revista Ilustração Brasileira. É a primeira coluna de xadrez publicada em um periódico brasileiro. Artur dirigiu mais duas colunas em revistas. Depois, em 1886, inaugurou a famosa coluna de xadrez do Jornal do Comércio (RJ).
14/2/1885 Em São Paulo (SP), começa a circular a primeira coluna de xadrez em jornal brasileiro (as três primeiras colunas de xadrez anteriores de Artur Napoleão foram em revistas). A coluna de xadrez pioneira foi dirigida por Charles Edward Corbett no jornal Diário Popular (SP) aos domingos.
1/2/1903 Em Corumbá (MS), nasce Caubi Pulchério, campeão carioca em 1933. Ele conquistou também a Prova Clássica Caldas Viana de 1934, competição de alto nível técnico. Pulchério foi um problemista de xadrez de grande renome. Faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 16/12/1949.
16/2/1906 Em Moscou (Rússia), nasce Vera Menchik, campeã mundial de 1927 a 1944. Ela é considerada a maior jogadora de todos os tempos e jogava de igual para igual contra os homens. Faleceu no sul da Inglaterra, vítima dos ataques dos aviões alemães durante a Segunda Guerra Mundial, no dia 27/6/1944 (morreu também sua irmã Olga e sua mãe). Sua mãe nasceu na Inglaterra. Vera Francevna Menchik , muito jovem, foi morar na Inglaterra, naturalizando-se cidadã inglesa.
14/2/1911 No Rio de Janeiro (RJ), nasce Orlando Roças Júnior, campeão brasileiro em 1932, 1933 e 1944. Ele faleceu também no Rio de Janeiro em 9/8/1975. Aprendeu a jogar xadrez aos 15 anos de idade no bairro carioca de Ipanema (na época uma grande área bucólica). Foi campeão da Faculdade de Direito do Rio de Janeiro. Campeão carioca em 1932. Jogava pelo Olímpico Clube, pelo qual foi diversa vezes campeão do interclubes do Rio de Janeiro.
19/2/1911 Nesta data começou o famoso Torneio de San Sebastian (Espanha) de 1911, vencido por Jose Raúl Capablanca, aos 22 anos de idade. Nesta primeira rodada, Capablanca venceu Bernstein (partida que recebeu o prêmio de beleza do torneio). foi Capablanca que pediu para ser incluído na competição. Mesmo achando que ele não possuía lastro enxadrístico em relação à qualidade do evento, a Comissão Organizadora decidiu incluí-lo. Muitos participantes protestaram pela indicação. Bernstein foi o maior opositor, mas mudou de idéia na primeira rodada, quando Capablanca o derrotou com brilhantismo. Veja a classificação do torneio, com a participação de uma elite de enxadristas da época: 1º) Capablanca, 9,5 pontos; 2º) Rubinstein, 9; 3º) Vidmar, 9; 4º) Marshall, 8,5; 5º) Nimzovitsch, 7,5; 6º) Schlechter, 7,5; 7º) Tarrasch, 7,5; 8º) Bernstein, 7; 9º) Spielmann, 7; 10º) Teichmann, 6,5; 11º) Janowski, 6; 12º) Maroczy, 6; 13º) Burn, 5; 14º) Duras, 5; 15º) Leonhardt, 4 pontos.
2/2/1923 Em Belgrado (Iugoslávia), nasce Svetozar Gligoric, um dos maiores enxadristas do mundo nas décadas de 1950 e 1960. Gligoric foi onze vezes campeão da antiga Iugoslávia. Participou dos Torneios de Candidatos ao título mundial em 1953 e 1959. Faleceu também em Belgrado em 14/8/2012.
19/2/1924 Em Belaya-Tserkov (Ucrânia), nasce David Bronstein, vice-campeão mundial em 1951. O match pelo Campeonato Mundial de 1951 foi realizado em Moscou entre Mikhail Botvinnik e David Bronstein em 24 partidas. O match terminou empatado, mas Botvinnik continuou com o título por ser o campeão. Bronstein foi bicampeão soviético 1948-1949. Jogou o Interzonal de Petrópolis (RJ) em 1973 (o campeão foi o brasileiro Henrique Mecking, o Mequinho). Bronstein faleceu em Minsk (Bielorrússia) em 5/12/2006.
7/2/1926 Em Kharkov (Ucrânia), nasce Mark Taimanov, campeão soviético em 1956. Taimanov participou do Torneio de Candidatos em 1953. No Match de Candidatos de 1971 (quartas-de-final) perdeu para Bobby Fischer por 6 a 0 (na sua caminhada para o título mundial, Fischer venceu grandes nomes de xadrez de maneira implacável).
22/2/1927 Em Manila (Filipinas), nasce Florêncio Campomanes, presidente da FIDE de 1982 a 1995. Ele integrou a equipe das Filipinas nas Olimpíadas Mundial de Xadrez em 1956 (Moscou) e 1958 (Munique).
7/2/1937 Em Fortaleza (CE), nasce Hélder Câmara, campeão brasileiro em 1963 e 1968. Veio residir no Rio de Janeiro no final da década de 1950. Foi campeão carioca em 1958, 1960 e 1961. Campeão paulista em 1968. Escreveu coluna de xadrez no Jornal dos Sports (RJ). Em 1967, foi morar em São Paulo, onde escreveu colunas de xadrez nos jornais O Estado de São Paulo e Diário Popular. É irmão de Ronald Câmara (bicampeão brasileiro 1960-1961), filho do lendário enxadrista cearense Gilberto Câmara e sobrinho do bispo Dom Hélder Câmara.
18/2/1939 Em São Bento do Sul (SC), nasce Adaucto Wanderley Nóbrega, vice-campeão brasileiro em 1972 (o campeão foi Eugênio German). Adaucto Nóbrega foi campeão catarinense em 1957, 1966, 1969, 1970 e 1971.
5/2/1956 Em Paris (França), morre Saviely Tartakower. Ele nasceu em Rostov-on-Don, cidade russa que atravessa o Rio Don. Porém, morou grande parte da sua vida na França. Foi considerado entre os maiores expoentes do mundo em finais de partidas. Venceu fortíssimos torneios internacionais. Tartakower foi escritor de amplo horizonte cultural, na lingüística, poesia, filosofia e jurídica. Na literatura enxadrística, deixou obra muito vasta, escrita e traduzida por ele mesmo em vários idiomas. Suas partidas saíam do convencional com variantes que desnorteavam seus adversários e deliciavam o público presente.
2/2/1959 Em Gravenhage (Holanda), morre Alexander Rueb, que foi o primeiro presidente da Fédération Internationale des Échecs (FIDE) de 1924 a 1949. Foi árbitro internacional e juiz internacional de composições de xadrez. Colecionador de livros sobre xadrez, possuía vasta coleção sobre o assunto. Foi presidente do Clube de Xadrez Holandês (1923 a 1928). Construiu um prédio em Haia chamado Edifício Nacional de Xadrez, onde funcionou o CX Holandês, a sua biblioteca de xadrez particular e outros setores sobre xadrez. O prédio foi desfruído parcialmente por uma bomba em 1945, na Segunda Guerra Mundial. Rueb conseguiu recuperar sua biblioteca (atualmente, ela está na Fundação Alexander Rueb, na sede da Biblioteca da Universidade de Amsterdã). Escreveu em cinco volumes o livro "Bronnen van Schaakstudie"(Estudos de Finais de Xadrez). Alexander Rueb nasceu também em Gravenhage em 27/12/1882.
20/2/1959 Em Kiselevsk (Rússia), nasce Sergey Dolmatov, campeão mundial juvenil em 1978. Dolmatov venceu importantes torneios internacionais: 1983 (Barcelona, Espanha), 1983 (Frunze - atual Bischkek, na Quirguízia), 1985 (Tallin, Estônia), 1988 (Klaipeda, Lituânia), 1988 (Sochi, Rússia) e 1989 (Chermont-Ferrand, França).
8/2/1960 Em desastre de automóvel na Rodovia Rio-Nova Friburgo, morre Joaquim de Almeida Pinto, grande nome da história do xadrez brasileiro. Ele foi presidente Federação Brasileira de Xadrez (FBX) no final da década de 1930 e o primeiro presidente da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) em 1941, quando a FBX se tornou CBX. Foi também o primeiro presidente da Federação Metropolitana de Xadrez (FMX), entidade do xadrez da cidade do Rio de Janeiro. Foi campeão carioca em 1936 e 1938. Campeão da Prova Clássica Caldas Viana em 1941.
12/2/1962 Em Tbilisi (Georgia), nasce Nana Ioseliani, que venceu aos 17 anos de idade o Interzonal Feminino, realizado em 1979 no Copacabana Palace, Rio de Janeiro (RJ). Ela é casada com o GM Rafael Vaganian (o namoro dos dois começou em Copacabana, durante os interzonais - Vaganian participou do Interzonal masculino).
22/2/1963 Nesta data a Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) concede o título de Mestre Nacional de Xadrez a Orfeu Gilberto D'Agostini, em homenagem a passagem do vigésimo primeiro ano consecutivo da publicação da coluna de xadrez de D'Agostini no jornal paulista Diário de São Paulo e pelo sucesso do seu livro "Xadrez Básico".
7/2/1966 Em São Paulo (SP), morre o enxadrista Manoel Madeira de Ley, grande enxadrista brasileiro da primeira metade do século XX. Ele participou das fases finais do Campeonato Brasileiro nos anos de 1940, 1949, 1950, 1952, 1956 e 1958. Era irmão de Tancredo Madeira de Ley, que escrever uma coluna de xadrez no jornal carioca Correio da Manhã.
10/2/1984 No Rio de Janeiro (RJ), morre José Thiago Mangini, campeão brasileiro em 1950 e 1956. Ele conseguiu um feito que dificilmente será superado: onze vezes campeão carioca! (cinco consecutivos!!): 1947, 1950, 1951, 1952, 1953, 1954, 1956, 1963, 1964, 1966 e 1970. Foi presidente da Federação Metropolitana de Xadrez (RJ) de 1964 a 1966. Presidente da FEXERJ de 1977 a 1979. Escreveu coluna de xadrez no jornal carioca O Globo de 4//4/1955 a 6/2/1984 (quatro dias antes da sua morte. J. T. Mangini nasceu no Rio de Janeiro em 4/1/1920.
6/2/1997 No Rio de Janeiro (RJ), Ricardo de Souza Barata é eleito presidente da Federação de Xadrez do Estado do Rio de Janeiro (FEXERJ) para o triênio 1997/2000. Barata foi candidato único.
7/2/2000 Em Salvador (BA), morre Ruth Cardoso, campeã brasileira sete vezes: 1963, 1965, 1966, 1967, 1968, 1972 e 1977. Foi campeã sul-americana feminina em 1969 (Mar del Plata , Argentina). Ruth Volkl Cardoso nasceu em Bemonte (BA) em 9/2/1934. Sua mãe era baiana e seu pai, alemão.
28/2/2014 No Rio de Janeiro (RJ), morre aos 99 anos de idade a enxadrista Noemi de Oliveira. Ela nasceu em Maruim (Sergipe) em 25/2/1915, mas passou a maior parte da sua vida morando no Rio de Janeiro. Foi vice-campeã brasileira feminina em 1957, 1962 e 1963. Foi campeã carioca feminina diversas vezes, com destaque para 1957 e 1978. Noemi de Oliveira representou o Brasil nos Zonais Sul-Americano Feminino em 1957 e 1960.

 

Efemérides mês de março
26/3/1804 Em Viena (Áustria), morre o Barão Wolfgang von Kepelen, que inventou a primeira máquina de jogar xadrez em 1769. Kepelen nasceu em Brastilava (Tchecoslováquia) em 21/1/1734, mas morou a maior parte da sua vida na Áustria. Era engenheiro da Corte Imperial de Viana. O seu jogador automático era uma figura do tamanho de um homem, vestido de turco e sentado diante de uma grande caixa que servia como mesa de jogo. O boneco movia as peças com os braços. Antes das exibições, o barão abria os compartimentos para demonstrar que não havia ser humano dentro da caixa. Porém, ele tinha o cuidado de abrir uma portinhola de cada vez. O certo é que nunca se descobriu se o Turco jogava xadrez sozinho ou era ajudado por um ser humano escondido destro das engrenagens. Depois da morte de Kepelen, o autômato jogador de xadrez foi vendido para o músico Johann Maelzel. Nessa época, o escritor Edgar Allan Poe assistiu muitas exibições de Maelzel, como passou a ser chamado o boneco turco. Poe escreveu em um artigo que realmente deveria ter algum enxadrista escondido na caixa. Eis um trecho do artigo de Allan Poe: "Existe um homem, Schlumberger, que acompanha Maelzel a todo lugar que vai. Esse homem é de tamanho mediano e tem ombros acentuadamente inclinados. É absolutamente certo que ele nunca é visto durante a exibição do jogador de xadrez, embora esteja freqüentemente visível antes e depois das exibições".
6/3/1843 No Porto (Portugal), nasce Artur Napoleão, pianista de fama internacional e fundador do xadrez competitivo no Brasil. Filho do músico italiano Alexandre Napoleão (a mãe era portuguesa), desde criança se dedicou à música. Menino prodígio, começou muito jovem a viajar pelo mundo para temporadas de recitais ao piano. Nos intervalos dos recitais, se dedicava ao xadrez, outra paixão da sua vida. Em 1859, aos 16 anos de idade, no New York Chess Club, Paul Morphy o chamou para jogar uma partida. Apesar da derrota, Napoleão foi muito aplaudido pelos assistentes. A primeira vez que esteve no Rio de Janeiro foi em 1954 (14 anos de idade). Voltou outras vezes, fazendo amizade com o Imperador D. Pedro II. Em 1860, Artur Napoleão decidiu se radicar no Rio de Janeiro. A partir de então, fundou clubes de xadrez, escreveu colunas de xadrez em jornais e revistas. Organizou torneios de xadrez, com destaque para as participações do escritor Machado de Assis e Caldas Viana, o maior jogador do Brasil do século XIX. Artur Napoleão faleceu no Rio de Janeiro em 12 de maio de 1925.
13/3/1879 Em Breslau (Polônia), morre Adolf Anderssen. Na sua época, o título mundial não era oficial, mas ele é considerado campeão do mundo de 1851 a 1866, quando perdeu para Wilhelm Steinitz. Jogador muito criativo e combinativo, Anderssen produziu partidas que até hoje são admiradas. Duas delas são conhecidas por todos os enxadristas do mundo: "A Imortal" e "A Sempre-Viva". "A Imortal" foi jogada em 9/7/1851 contra Lionel Kieseritzky. "A Sempre-Viva" foi contra Jean Dusfrene em 1852. Anderssen conquistou o famoso Torneio de Londres de 1851, considerado o primeiro verdadeiro torneio internacional realizado. Anderssen está entre os maiores enxadristas do século XIX. Na sua vida, só perdeu dois matches: para Paul Morphy em 1858 e para Wilhelm Steinitz em 1866. Ele nasceu também em Breslau em 6/7/1818.
22/3/1896 Nesta data, nasce Francisco Vieira Agarez, que editou a revista Xadrez Brasileiro de 1930 até 1947, ano em que faleceu. Na década de 1920, Agarez abriu na Rua Gonçalves Dias (Centro do Rio de Janeiro) uma loja de variedades chamada "Às Bichas Monstros" (a razão do nome do estabelecimento era que a casa também vendia sanguessugas, animal usado na Medicina antiga). Em sua loja, Agarez tinha um local com vários materiais e livros de xadrez , inclusive as revistas francesas "La Stratègie" e L'Échiquier". Foi lá que ele editava e vendia a sua revista Xadrez Brasileiro, que teve o total de 198 números. Agarez também fundou o Corpo Cooperador da Revista Xadrez Brasileiro, cujos componentes participavam das provas oficiais da Federação Metropolitana de Xadrez (FMX), inclusive o Campeonato Carioca Interclubes.
19/3/1903 No Rio de Janeiro (RJ), nasce José Lacerda Guimarães, vice-campeão brasileiro em 1930 e campeão carioca em 1929. Lacerda Guimarães faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 27/8/1984.
27/3/1906 Em Port Said (Egito), nasce Cecil John Purdy, que foi o primeiro campeão mundial de xadrez por correspondência de 1950 a 1953. Purdy viveu a maior parte da sua vida na Austrália, onde faleceu na cidade de Sydney em 6/11/1979. Foi campeão da Austrália (xadrez ao vivo) em 1935, 1937, 1949 e 1951.
18/3/1910 No Rio de Janeiro, nasce Félix Sonnenfeld, grande figura da história do xadrez brasileiro. Ele aprendeu a jogar xadrez aos dez anos de idade. Atuou em várias áreas do enxadrismo nacional, mas foi no setor de problemas que se projetou internacionalmente, sendo considerado o campeão mundial de mate-ajudado. No setor de problemas, Sonnenfeld também exerceu o cargo de presidente da União Brasileira de Problemistas, durante toda a década de 1960. Participou da equipe que fundou a Confederação Brasileira de Xadrez (CBX). foi dirigente de xadrez do Olímpico Clube de Copacabana, do Automóvel Clube do Brasil, da Confederação Brasileira da Xadrez e da Federação do Rio de Janeiro. Era árbitro de xadrez e dirigiu importantes torneios abertos internacionais, realizados no Brasil na década de 1970. Faleceu em Miguel Pereira (RJ) em 12/2/1993.
23/3/1917 Nesta data, nasce Heitor Moutinho Ribas, campeão do antigo Estado do Rio de Janeiro de 1945. Ribas participou das fases finais do Campeonato Brasileiro de 1947 e 1949. No Campeonato Brasileiro de 1948, jogou as três primeiras rodadas da fase final, mas teve que abandonar pelo falecimento da sua mãe. Foi campeão do Jacarepaguá Tênis Clube (Rio de Janeiro, RJ) em 1966 e 1969. Campeão do Torneio de Aniversário do JTC em 1961, 1965 e 1968. Ribas faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 19/8/1989.
23/3/1931 Em Leningrado, atual São Petersburgo (Rússia), nasce Viktor Korchnoi, o grande pretendente ao título mundial. A partir de 1962 (com exceção do de 1965), participou de todos os Torneios de Candidatos ao título mundial. Em 1974, perdeu a final dos matches de candidatos para Anatoly Karpov, mas venceu as duas finais seguintes: em 1977 sobre Boris Spassky; e em 1980 sobre Robert Hübner. Com sua saída da União Soviética, tornando-se dissidente ao regime comunista, os seus matches contra o campeão do mundo, o soviético Anatoly Karpov, foi amplamente divulgado por toda a imprensa mundial. Em 1978, em Baguio City (Filipinas), Karpov venceu por 12,5 a 11,5. Em 1981, em Merano (Itália), Karpov voltou a vencer por 11 a 7. Korchnoi foi campeão da União Soviética em 1960, 1962, 1964 e 1970.
16/3/1935 Em Kobenhavn (Dinamarca), morre Aaron Nimzowisch. Grande teórico, é considerado entre os maiores jogadores do início do século XX, junto com Lasker, Capablanca, Alekhine. Marshal e Tarrasch. Foi autor de vários livros de xadrez, inclusive o famoso "Meu Sistema", publicado pela primeira vez em Berlim em 1925. Nasceu em Riga (Letônia) em 7/11/1886.
17/3/1935 Em Buenos Aires (Argentina), nasce Oscar Panno, campeão mundial juvenil em 1953. Foi campeão argentino em 1953, 1985 e 1992. Campeão sul-americano em 1954 e 1957. Conquistou diversos torneios internacionais. Porém, a sua maior performance internacional foi uma terceira colocação: Panno ficou em terceiro lugar no Interzonal de 1955 (Gotemburgo, Suécia), atrás somente de Bronstein e Keres; e na frente de Petrosian, Geller, Szabo, Filip, Pilnik, Spassky, Pachman, Naidorf e outros menos famosos.
5/3/1942 Em Nova Iorque (Estados Unidos), morre Jose Raúl Capablanca, campeão mundial de de 1921 a 1927. Um dos maiores jogadores da primeira metade do século XX, Capablanca venceu diversos torneios internacionais. Sua conquista do título mundial contra Emanuel Lasker foi espetacular. Lasker, que mantinha o título mundial desde 1894, era considerado quase imbatível. Mas Capablanca o venceu sem nenhuma derrota nas 18 partidas do match (quatro vitórias de Capablanca e 14 empates). em 1927, na Argentina, perdeu o título para Alexander Alekhine (três vitórias de Capablanca, seis vitórias de Alekhine e 25 empates). Quase ninguém esperava a vitória de Alekhine. Talvez até o próprio Alekhine, pois nunca mais aceitou as propostas de Capablanca para realizar um novo match entre eles. Capablanca nasceu em Havana (Cuba) em 19/11/1888.
9/3/1943

Em Chicago (Estados Unidos), nasce Robert James Fischer, o Bobby Fischer, campeão mundial de 1972 a 1975. A FIDE em 1975 cassou o título de Fischer e proclamou Anatoly Karpov campeão do mundo, em virtude de Fischer insistir em só disputar o título se entidade aceitasse suas propostas de mudanças do regulamento. A carreira de Fischer foi brilhante desde menino. Venceu dois interzonais em 1962 e 1970. Participou dos Torneios de Candidatos de 1959 e 1962. Em 1965, a FIDE decidiu que a escolha do desafiante seria em matches e não em torneio. Fischer foi contra a idéia e não participou do ciclo do mundial, a partir de 1964. Voltou de maneira irresistível em 1970 para a escalada da conquista do título mundial. Venceu o Interzonal de Palma de Mallorca (1970), com três pontos na frentes dos segundos colocados (Geller, Hübner e Larsen). Nos matches de candidatos, continuou a arrasar seus fortes adversários: venceu Mark Taimanov por 6 a 0, Bent Larsen por 6 a 0 e Tigran Petrosian por 6,5 a 2,5. Em Reykjavik (Islândia) conquistou o título mundial ao derrotar Boris Spassky por 12,5 a 8,5.

23/3/1946

Em Lisboa (Portugal), morre Alexander Alekhine, campeão mundial de 1927 a 1935 e 1937 a 1946. Ele nasceu em Moscou (Rússia) em 18/10/1892. Aprendeu a jogar xadrez com a mãe ainda criança. Com nove anos de idade já jogava xadrez às cegas. Após a Revolução Russa de 1917, Alekhine foi morar na França e se tornou cidadão francês. Alekhine conquistou o título de campeão mundial ao vencer o match com o então campeão do mundo José Raul Capablanca, em Buenos Aires, em 1927 (seis vitórias, 25 empates e três derrotas). Perdeu o título em 1935 para o holandês Max Euwe, que venceu o match por 15,5 a 14,5. Em 1937, porém, recuperou o título, vencendo Euwe por 15,5 a 9,5. O título ficou em seu poder até o dia da sua morte em 1946. Em 1932, na Feira Mundial de Chicago, Alekhine jogou uma simultânea às cegas contra 32 jogadores.

3/3/1958 Em São Paulo (SP), nasce o Mestre Internacional Cícero Nogueira Braga. Ele foi vice-campeão brasileiro em 1978 (Natal, RN), 1979 (Fortaleza, CE) e 1988 (São Paulo, SP). Durante a Fase Final do Brasileiro de 1988, muitos enxadristas abandonaram a competição. Cícero Braga chegou a ser considerado como campeão brasileiro pelo Comitê de Apelação, que não considerou os pontos do desistente Flávio Cavalcânti como válidos. Porém, o STJD da CBX julgou improcedente a decisão do Comitê. Assim a fase final terminou empatada entre Cícero e Herman Claudius van Riemsdijk. No match-desempate, Herman venceu Cícero por 3,5 a 2,5 e conquistou o Brasileiro de 1988. Cícero foi campeão paulista em 1990.
6/3/1970 Em São Paulo (SP), morre Paulo Roberto Duarte Filho, que foi vice-campeão brasileiro em 1942. O match pelo Brasileiro de 1942 foi realizado no Rio de Janeiro entre Walter Cruz e Paulo Duarte. Terminou empatado em 5 a 5, mas Walter Cruz conquistou o título por ser o campeão brasileiro anterior. Paulo Duarte nasceu em São Sebastião do Paraíso (MG) em 24/6/1909. Foi campeão paulista em 1943.
15/3/1975 Em Ruse (Bulgária), nasce Veselin Topalov, campeão do mundo em 2005-2006. É um grande vencedor. Desde 1992 já conquistou 21 títulos internacionais: Tenassa (1992), Las Palmas (1992), Madri (1993), Burgas (1994), Elinite (1995), Polanica Zdroj (1995), Amsterdam (1996), Madri (1996), Viena (1996), Dos Hermanas (1996), Leon (1996), Norogorod (1996), Antwepen (1997), Madri (1997), Leon (1998), Mônaco (2001), Dortmund (2001), Linares (2005), Sofia (2005), San Luis (Mundial-2005) e Corus (2006).
13/3/1976 Em Zhejiang (China), nasce Chen Zhu, campeã mundial de 2001 a 2004.
6/3/1977 Em Petrópolis (RJ), morre Oswaldo Cruz Filho, vice campeão brasileiro em 1948. O campeão brasileiro de 1948 foi seu irmão Walter Cruz. Ambos filhos do famoso cientista Oswaldo Cruz. Oswaldo Cruz Filho nasceu no Rio de Janeiro (RJ) em 27/7/1903.
23/3/1981 Em Nova Iorque (Estados Unidos), morre Edward Lasker. Ele nasceu em Kempen (Polônia) em 3/12/1885. Edward Lasker era primo distante do campeão do mundo Emanuel Lasker. Morou em Berlim (onde se formou em Engenharia) e Londres. Durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) foi viver nos Estados Unidos, onde se naturalizou. Venceu cinco vezes o Campeonato Aberto Americano: 1916, 1917, 1919, 1920 e 1921. Foi autor de livros de xadrez. O mais famoso é "The Adventure of Chess" (A Aventura do Xadrez), publicado em Nova Iorque em 1950. O livro tem texto agradável e conta a história do xadrez desde sua invenção.
2/3/1986 Em Niterói (RJ), morre aos 60 anos de idade João Batista Cúrcio. Ele estava dirigindo ao lado da esposa, regressando para sua casa, quando sentiu-se mal. Ainda levou o automóvel até o Procord de Niterói, onde faleceu vinte minutos depois. João Batista Cúrcio foi vice-presidente da CBX em 1976 e 1977. Em 1976, foi o braço direito do presidente da CBX Washington de Oliveira, que faleceu no cargo. Cúrcio e Washington foram os fundadores do antigo Clube de Xadrez Líder, em Niterói. Foi diretor de xadrez do Canto do Rio Futebol Clube de 1983 a 1985. Cúrcio foi campeão de Niterói em 1977. Foi sócio do Clube de Xadrez Guanabara (Rio de Janeiro), onde sempre era encontrado nos finais de tarde (Cúrcio trabalhava na CEDAE, na Rua Sacadura Cabral; e antes de ir para a sua residência em Niterói, passava no CXG).
5/3/1986 Em Leningrado (Rússia), morre Ludmila Rudenko, campeã do mundo de 1950 a 1953. Rudenko nasceu em Lubni-Poltava (Ucrânia) em 27/7/1904.
8/3/1988 Nesta data, morre Elizaveta Bykova, campeã do mundo em dois períodos: 1953 a 1956 e 1958 a 1962. Bykova nasceu em Bogoliubovo (Rússia) em 4/11/1913.
11/3/1988 Em Joinville (SC), nasce Alexandr Hilário Takeda Fier, campeão brasileiro absoluto de 2005 (Guarulhos, SP), Foi campeão Juvenil Brasileiro em 2006, campeão juvenil sul-americano também em 2006. Conquistou o título de Grande Mestre ao vencer o Torneio Internacional 65 Anos de Fundação da FPX (Federação Paulista de Xadrez). foi campeão paulista em 2007.
5/3/1990 No Rio de Janeiro (RJ), morre José Carlos de Almeida Soares. Dirigente do xadrez, autor de livros e colunas de xadrez em jornais. Foi campeão do antigo Estado do Rio em 1948, 1950 e 1962. Nasceu em São Paulo (SP) em 5/11/1917.
26/3/1993 Em Nova Iorque (Estados Unidos), morre Reuben Fine. Conquistou muitos torneios internacionais. Sua maior vitória foi a conquista do Torneio A.V.R.O. 1938, empatado com Paul Keres, quando venceu duas vezes o então campeão mundo Alexander Alekhine. Foi editor da revista norte-americana Chess Review. Publicou diversos livros. Os principais são: "Practical Chess Openings" (A Prática em Aberturas de Xadrez), "The Middle Game in Chess" (O Meio-Jogo em Xadrez) e "Basic Chess Endings" (Finais Fundamentais em Xadrez). fine fez também uma ampliação e revisão do excelente Livro de Griffith e H. White "Modern Chess Openings"(Modernas Aberturas de Xadrez).
23/3/1995 Nesta data, morre aos 34 anos de idade, Sérgio Amador, que foi campeão carioca em 1994. Ele nasceu em Duque de Caxias (RJ) em 21/5/1960.
6/3/2003 Em Passau (Alemanha), morre Ludek Pachman, grande teórico do xadrez mundial. Ludek Pachman nasceu em Bela Bezdezem (Tchecoslováquia) em 11/5/1924. Em 1968, combateu a ocupação da União Soviética em seu país. Por isso, foi preso e torturado. Mas conseguiu fugir para a Alemanha. Pachman foi sete vezes campeão da Tchecoslováquia: 1946, 1953, 1957, 1959, 1961, 1963 e 1966. Ele também se notabilizou como autor de livros sobre xadrez, editado em diversos idiomas. Os principais são: "Tática Moderna em Xadrez", "Estratégia Moderna em Xadrez", "Teoria Moderna em Xadrez" e dois volumes sobre aberturas.
4/3/2004 Em Porto Alegre (RS), morre aos 81 anos de idade João Manoel Menna Barreto, forte jogador de xadrez do Rio Grande do Sul. A última competição que conquistou foi o Torneio Aberto Governador Euclides Trichês,em setembro de 1972, em comemoração ao Sesquicentenário da Independência do Brasil, com a participação de 202 enxadristas. Um fato marcante na vida de Menna Barreto foi a sua presença junto com o GM Henrique Mecking, o Mequinho, quando este iniciava no jogo de xadrez. Menna conheceu Mequinho em 1958, quando o menino tinha apenas seis anos de idade e apareceu no bar onde enxadristas da pequena cidade de São Lourenço do Sul, a poucos quilômetros de Pelotas, costumavam jogar xadrez. Na época, o pai de Mequinho (Paulo Hugo Mecking) trabalhava na agência do Banco do Brasil de São Lourenço do Sul. A partir de então, começou a jogar com Mequinho, ensinando as estratégias do jogo. Menna Barreto uma vez em Porto Alegre me contou que no primeiro ano perdia de propósito para animar o futuro gênio, mas, a partir do segundo ano de convivência com Mequinho nas tardes frias do bar de São Lourenço, não conseguiu mais ganhar mesmo se esforçando ao máximo.
27/3/2010 Em Moscou (Rússia), morre aos 89 anos de idade Vassily Smyslov (campeão mundial de 1957 a 1958), após longa enfermidade em que ficou praticamente cego total. Smyslov nasceu também em Moscou em 24/3/1921. Foi um dos grandes enxadristas da antiga União Soviética. Na década de 1950, Smyslov e Mikhail Botvinnik foram protagonistas de famoso duelo pela coroa do xadrez mundial. Depois de vencer o Torneio de Candidatos de Zurique (1953), Smyslov enfrentou o campeão mundial Botvinnik pelo título em 1954. O match foi empate em 12 a 12 e Botvnnik continuou com o título por ser o campeão. Smyslov voltou a vencer o Torneio de Candidatos em 1956 (Amsterdam). Em 1957, conquistou o título mundial ao vencer Botvinnik por 12.5 a 9,5. Porém, em 1958, na revanche, Botvinnik recuperou o título na vitória sobre Smyslov por 12,5 a 10,5. Smyslov esteve muitas vezes no Brasil, inclusive participando do Interzonal de 1973 em Petrópolis (RJ), vencido pelo brasileiro Henrique Mecking, o Mequinho.
7/3/2012 No Rio de Janeiro (RJ), morre aos 43 anos de idade o enxadrista Carlos César Amorim. Ele ficou famoso, no início da sua vida enxadrística, pela iniciativa de ensino do xadrez nas escolas. Era diretor de xadrez da AABB-Rio. Árbitro da CBX e da FEXERJ. Seu blog "Xadrez Carioca" era um dos mais visitados pelos internautas. Amorim teve morte trágica na calçada da Rua Hermengarda (Méier), quando esperava para atravessar a rua. Um caminhão um pouco adiante esbarrou na rede de energia aérea. O atrito do veículo com a fiação elétrica fez um poste balançar e soltar pedaço da sua cobertura, que atingiu a cabeça do Amorim. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, sendo levado em estado grave para o Hospital Salgado Filho, onde faleceu, vítima de traumatismo craniano. Amorim nasceu 31/8/1968.

 

Efemérides mês de abril
23/4/1500Nesta data, é bem provável que tenha sido jogada a primeira partida de xadrez no Brasil entre Pero Vaz de Caminha e Pedro Álvares Cabral, na noite do Descobrimento do Brasil. Em seu livro "A Carta de Pero Vaz Caminha", o escritor português Jaime Cortesão supõe que Caminha deve ter jogado xadrez antes de escrever a carta ao Rei de Portugal, pois ele cita na epístola inúmeras comparações com coisas da terra descoberta com o xadrez, como que os beiços dos aborígenes (furados e ornamentados) pareciam com as torres do xadrez. Cortesão lembra no seu livro que Pero Vaz de Caminha jogava xadrez muito bem. O enxadrista e escritor brasileiro Berbert de Castro vai mais além é especula em artigo publicado na revista "Xadrez Brasileiro"(setembro de 1947) que a primeira partida no Brasil foi entre Caminha e Cabral, na nau capitania ancorada no atual Porto Seguro, Bahia.
26/4/1747Em Rotterdam (Holanda), nasce Richard Twiss, enxadrista contemporâneo e amigo de François Philidor. Em 1780, foi morar em Londres. Na época, Philidor viajava constantemente de Paris para o Londres. Assim, nasceu uma grande amizade entre os dois. Twiss, igualmente como Philidor, escreveu livros sobre teoria do xadrez: Chess - Tome I (1787), Chess - tome II (1789) e Miscellanies (1805). Richard Twiss faleceu em Londres em 5/3/1821.
22/4/1867Em Warszawa (Polônia), morre Alexander Petrof. Ele nasceu em Bieserovo-Pshov (Rússia) em 12/2/1794. Foi autor do primeiro manual de xadrez publicado na Rússia e escrito em russo: A Partida de Xadrez (1824). Também em língua russa publicou em 1844 o livro "Cenas das Vidas de Enxadristas". Grande teórico fez um estudo analítico, com o também russo Carl Jaenisch, da Defesa Russa (1 e 4 e5 2 Cf3 Cf6), que passou a ser chamada de Defesa Petrof.
14/4/1889Em Kiev (Ucrânia), nasce Efim Bogoljubow. Foi morar na Alemanha, onde se naturalizou em 1927. Bogoljubow faleceu em Triberg (Alemanha) em 18/6/1952. Jogou dois matches com Alexander Alekhine pelo Campeonato Mundial, perdendo ambos: em 1929, Alekhine venceu por 15,5 a 9,5; em 1934, nova vitória de Alekhine por 15,5 a 10,5. Bogoljubow foi campeão da União Soviética em 1924 e 1925. Campeão alemão em 1925, 1931, 1933 e 1949. Venceu muitos importantes torneios internacionais. Escreveu diversos livros sobre o xadrez. Sua obra mais importante é uma antologia em três volumes sobre o jogo de xadrez, publicada em Berlim em 1928.
11/4/1908Em Londres (Inglaterra), morre Henry Edward Bird, grande enxadrista do século XIX. Em sua homenagem, há uma abertura com seu nome: 1 f4 (Abertura BIRD), muito popular no século XIX. Em 1866, disputou o título mundial (não era oficial) com Wilhelm Steinitz, sendo derrotado por diferença mínima: sete vitórias de Steinitz, seis de BIRD e sete empates (o match foi disputado logo depois de Steinitz ter conseguido o título mundial não oficial na vitória contra Adolf Anderssen). Entre os muitos torneios internacionais conquistadospor BIRD, os mais importantes foram: Nova Iorque (1876), Gouda - Holanda (1879) e Manchester - Inglaterra (1890). Nasceu em Portsea (Inglaterra) em 14/7/1830.
15/4/1910Em Warszawa (Polônia), nasce Miguel Najdorf. Seu nome original era Moishe, mas trocou para Miguel ao se naturalizar cidadão argentino. Quando foi iniciada a Segunda Guerra Mundial, Najdorf se encontrava em Buenos Aires, defendendo a Polônia nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez. Resolveu não regressar para a Europa em guerra e radicou-se na Argentina. Ele sempre foi apontado como forte pretendente ao título mundial. Venceu muitos torneios internacionais. Suas principais vitórias foram em Praga (1946), Barcelona (1946), Venice (1948), Bled (1950), Amsterdam (1950) e Havana (1962). No tradicional Torneio Mar del Plata (Argentina), deixou sua marca aos ganhar as seis primeiras edições de 1942 a 1947. Em 1947, em São Paulo, estabeleceu o recorde de simultâneas às cegas ao jogar com 48 adversários (venceu 39, empatou quatro e perdeu apenas duas partidas). Foi campeão argentino em 1949, 1951, 1955, 1960, 1964, 1967 e 1975. Faleceu em Buenos Aires em 4/7/1997.
16/4/1915.Em Fortaleza (CE), nasce José Adail Catunda Gondim. No início da década de 1950, radicou-se na cidade do Rio de Janeiro. Foi campeão carioca em 1955 e campeão do antigo Estado do Rio (interior do atual Estado) em 1957. Adail faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 26/1/1998.
13/4/1916Em Recife (PE), nasce Luiz Tavares da Silva, campeão brasileiro de 1957. A partir de 1930, mostrou sua fibra e energia fantástica, pois participou de um número enorme de competições enxadrísticas (torneios abertos, competições internacionais e nacionais e finais do Campeonato Brasileiro). Em 1991, com 75 anos de idade, Luiz Tavares conquistou o campeonato brasileiro de veteranos. Foi presidente da CBX (Confederação Brasileira de Xadrez) de 1968 a 1970 e 1986 a 1988. Faleceu em Recife em 29/6/1994.
9/4/1922Em Fortaleza (CE), nasce Luís Campelo Gentil, vice-campeão brasileiro em 1951 e 1960. Conquistou muitos torneios, mas a sua maior participação enxadrística foi o terceiro lugar que conseguiu no Torneio Internacional Cidade de Recife (julho 1947). Gentil ocupou a terceira colocação atrás do campeão Erich Eliskases (Áustria) e do vice-campeão Ludwig Engels (Alemanha), ambos campeões pela Alemanha da Olimpíada Mundial de 1939, realizada em Buenos Aires (Argentina). Eliskases e Engels moravam no Brasil (não regressaram à Europa por causa da Segunda Guerra Mundial). foi como Gentil tivesse conseguido o título, em virtude da alta categoria dos dois primeiros colocados. Luís Gentil foi presidente da CBX (Confederação Brasileira de Xadrez) no período de 1970 a 1976.
11/4/1927Em Fortaleza (CE), nasce Ronald Câmara, bicampeão brasileiro em 1960-1961. É filho de Gilberto Câmara (1897-1953), considerado o paladino do xadrez do Nordeste; e sobrinho do Arcebispo Dom Hélder Câmara (1909-1999). O irmão de Ronald também tem o nome de Hélder Câmara . Hélder foi campeão brasileiro em 1963 e 1968. Ronald manteve colunas de xadrez nos jornais cearenses "O Povo" e "Diário do Nordeste". Escreveu livros sobre xadrez: Peões na Sétima (1960), No Mundo dos Trebelhos (1996) e Minhas Partidas Favoritas (2006). foi Vice-Presidente Técnico da CBX na gestão do Presidente Luís Gentil, quando conseguiu na década de 1970 muitas vitórias para o xadrez brasileiro junto à FIDE (Fédération Internationale des Échecs) , inclusive o Brasil ser sede do Interzonal de Petrópolis em 1973, vencido pelo brasileiro Henrique Mecking (Mequinho).
4/4/1937Em Zalaegerszeg (Hungria), nasce Lajos Portisch, um dos maiores jogadores do mundo no final do século XX. Ele venceu 24 torneios internacionais!! foi campeão da Hungria em 1958, 1961, 1962, 1964, 1965, 1971, 1975 e 1981. Participou do Torneio de Candidatos ao título mundial em 1968, 1974, 1997, 1980, 1983 e 1985. A partir de 1962, se classificou para todos Interzonais realizados até 1993 !!!: Estocolmo (1962), Amsterdam (1964), Sousse-Tunísia (1967), Palma de Mallorca (1970), Petrópolis-RJ (1973), Biel-Suíça (1976), Rio de Janeiro-RJ (1979), Toluca-México (1982), Túnis-Tunísia (1985), Szirak-Hungria (1987), Manila-Filipinas (1990) e Biel-Suíça (1993).
28/4/1941Nesta data, é fundada a Federação Fluminense de Xadrez (FFX), mentora do xadrez no antigo Estado do Rio de Janeiro, cuja capital era Niterói. O Estado do Rio antigo é atualmente o interior do novo Estado do Rio de Janeiro. O primeiro presidente da Federação Fluminense de Xadrez foi o Dr. Clóvis Batista
23/4/1946Nesta data, Lauro Demoro é eleito presidente da Federação Metropolitana de Xadrez (FMX), mentora do xadrez do antigo Distrito Federal (atual cidade do Rio de Janeiro). O Rio era a capital do Brasil. O presidente da República, na época, era o Marechal Eurico Gaspar Dutra. No mesmo dia da eleição de Lauro demoro, foram eleitos os membros do Conselho Supremo da FMX: João Martins Vieira, Walter Oswaldo Cruz, José Cajazeira, Moyses Xavier de Araújo, Sabino Ribeiro Júnior, Jomar Monteiro Leite e Raimundo de Oliveira.
4/4/1955Nesta data, J. T. Mangini (1920-1984) começa a publicar a sua famosa coluna de xadrez em o jornal carioca O Globo. A coluna foi publicada todas as segundas-feiras até 1984, na semana da morte de Mangini. A coluna saiu pela última vez na segunda-feira, dia 6/2/1984. Mangini faleceu de enfarte quatro dias depois, em 10/2/1984. Quando morreu, estava em andamento a final do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, que ele disputava. A vida dele toda foi assim, participando sempre de competições. Foi campeão brasileiro em 1950 e 1956. Conquistou onze vezes o Campeonato Carioca!
12/4/1955No Rio de Janeiro (RJ), nasce Eduardo Limp, vice-campeão brasileiro em 1999. Foi vice-campeão brasileiro juvenil em 1973. Limp foi campeão estadual do Rio de Janeiro em 1978, 2003 e 2005. Campeão carioca em 1976, 1978 e 2004.
7/4/1958Nesta data, chega ao Rio de Janeiro (RJ) o GM Bent Larsen, procedente da Argentina, onde venceu o Torneio Mar del Plata. No Rio de Janeiro, Larsen realizou duas sessões de partidas simultâneas no Clube Militar. Ele já era muito conhecido no mundo do xadrez, pois em 1956 (aos 21 anos de idade) conquistou o título de Grande Mestre.
5/4/1962Em Elista (Kalmikya-Rússia), nasce Kirsan Iljumzhinov, atual presidente da FIDE (Fédération Internationale des Échecs), cargo que ocupa desde 1995. Ele também já foi presidente da Kalmikya, uma das repúblicas dentro da Rússia.
13/4/1963Em Baku (Azerbaijão), nasce Garry Kasparov, polêmico no xadrez e na política (foi o primeiro enxadrista dentro da então União Soviética a desafiar o poder controlador da Rússia sobre os outros países da URSS). No xadrez, marcou presença notável no final do século XX, desbancando o russo Anatoly Karpov do trono mundial do xadrez. Foi campeão mundial oficial da FIDE de 1985 a 1993. Nesse ano, brigou com a FIDE, tornando dissidente e fundando uma entidade internacional paralela, a PCA (Professional Chess Association), depois WCC - (World Chess Council). foi campeão mundial pela WCC de 1993 a 2000. Muito jovem, antes de ser campeão mundial juvenil em 1980, conquistou torneios importantes com a presença de grandes nomes do xadrez mundial.
16/4/1965 Nesta data, chegam ao Rio de Janeiro os GMs soviéticos Yuri Averbach e Leonid Stein, para uma temporada na cidade dentro da programação dos festejos do IV centenário de fundação do Rio de Janeiro. Averbach e Stein jogaram simultâneas e participaram do Torneio Internacional IV Centenário.
19/4/1969 Em Budapeste (Hungria), nasce Zsuzsa Polgar, campeã do mundo de 1996 a 1999. Ela foi campeã das Olimpíadas Femininas em 1988 e 1990 pela equipe da Hungria. Zsuzsa é irmã de Judit Polgar (nascida em 1976), que joga xadrez muito bem entre os homens. Ela tem outra irmã Zsofia (nascida em 1974), que é MI feminina da FIDE.
19/4/1979 Em Sófia (Bulgária), nasce Antoaneta Stefanova, campeão do mundo de 2004 a 2006.
25/4/1984 No Rio de Janeiro (RJ), Sérgio Farias (Sérgio Antônio Barreira Lopes de Farias) é reeleito para o terceiro mandato consecutivo de presidente da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX). No seu primeiro mandato, Sérgio Farias realizou os Interzonais Masculino e Feminino em 1979, no Copacabana Palace (Rio de Janeiro,RJ). Em 1998, ficou tetraplégico e sem fala, por motivo de grave problema cerebral. Faleceu em Monte Santo de Minas (MG) em 7/1/2013.
24/4/1992 No Rio de Janeiro (RJ), morre Djalma Baptista Caiafa, vítima de ataque cardíaco em sua residência. Caiafa foi presidente da Federação de Xadrez do Estado do Rio de Janeiro (FEXERJ), na década de 1980. Foi campeão de veteranos do Rio de Janeiro em 1985, 1986 e 1988.
26/4/1992 Em Curitiba (PR), Antônio Bento de Araújo Lima Filho é eleito para presidente da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX), substituindo o GM Jaime Sunye Neto. Antônio Bento, enxadrista de Brasília, é árbitro internacional e dirigiu muitas competições da FIDE realizadas no Brasil.

 

Efemérides mês de maio
10/5/1807Em Neustrelitz (Alemanha), nasce Bernhard Horwitz, um dos grandes enxadristas do século XIX. De 1851 a 1853, editou em Londres o jornal "The Chess Player" (O Jogador de Xadrez). Publicou também a coleção de livros sobre finais "Chess Studies" (Estudos de Xadrez). Horwitz participou dos principais torneios internacionais do século XIX, como o de Londres 1851, Manchester 1857 e Bristol 1861. Bernhard Horwitz faleceu em Londres em 29/8/1885.
17/5/1836Em Praga (Tchecoslováquia), nasce Wilhem Steinitz, campeão mundial de 1866 a 1894. Conquistou o título em match com Adolf Anderssen em 1866 e perdeu para Emanuel Lasker em 1894. Durante seu longo reinado, aceitou jogar diversos matches pelo título (na época, o campeão era quem escolhia seus adversários). Venceu matches contra Zukertort, Chigorin (duas vezes) e Gunsberg. Em 1896, Lasker o venceu na revanche por 12,5 a 4,5 (no primeiro match, a vitória de Lasker foi de 12 a 7). em 1882, emigrou para os Estados Unidos. Em 1889, publicou o livro The Modern Chess Instructor (O Moderno Instrutor de Xadrez), abordando o jogo de uma maneira objetiva e científica. Steinitz faleceu muito pobre em um sanatório da cidade de Nova Iorque em 12/8/1900.
28/5/1889Em Pezinok (Tchecoslováquia), nasce Richard Reti. Apesar de vida efêmera (morreu em Praga aos 40 anos de idade de escarlatina no dia 6/6/1929), Reti é considerado entre os maiores da história do xadrez mundial. Esteve no Brasil em 1925. No Rio de Janeiro, ficou durante um mês, dando aulas, conferências e simultâneas às cegas. Em São Paulo, Reti estabeleceu o recorde da época de simultânea às cegas (em 29 tabuleiros, venceu 20, empatou sete e perdeu duas partidas). No início do século XX, conquistou muitos importantes torneios internacionais.
20/5/1901Em Watergrafsmee - Amsterdam (Holanda), nasce Max Euwe, campeão mundial de 1935 a 1937. Ele foi uma grande personalidade da cultura da Holanda. Além do xadrez, tinha enormes conhecimentos na Matemática, Mecânica e Astronomia. Sua maior conquista no xadrez foi vencer o campeão mundial Alexander Alekhine e ficar com o título por dois anos. Em setembro de 1970, Max Euwe foi eleito presidente da FIDE, quando modernizou a entidade máxima do xadrez internacional. No cargo de presidente da FIDE, Euwe esteve várias vezes no Brasil, inclusive no Interzonal de Petrópolis (1973), que foi vencido pelo brasileiro Henrique Mecking, o Mequinho. Euwe faleceu em Amsterdam (Holanda) em 26/11/1981.
23/5/1904No Rio de Janeiro (RJ), nasce Luiz Felipe Burlamaqui, campeão carioca em 1939 e 1940. Em 1944, também foi campeão carioca empatado com João Souza Mendes (os dois foram declarados campeões do ano). Burlamaqui foi campeão carioca interclubes em 1928 (Fluminense), 1929 (Fluminense), 1936 (C. X. Rio de Janeiro) e 1944 (C. X. Rio de Janeiro). Faleceu também no Rio de Janeiro em 1/1/1996.
5/5/1924Em Pelotas (RS), nasce Carlos Rodrigues Peixoto, vice-campeão brasileiro em 1957 (campeonato realizado no Clube Naval, no Rio de Janeiro. O campeão foi o pernambucano Luiz Tavares). Carlos Peixoto participou de muitas fases finais do Brasileiro, inclusive do campeonato de 1965, vencido por Henrique Mecking (Mequinho), com apenas 13 anos de idade. Peixoto, além de participante, foi acompanhante e auxiliar de Mequinho na competição.
11/5/1924Em Bela Bezdezem (Tchecoslováquia), nasce Ludek Pachman. Em 1968, combateu a ocupação da União Soviética em seu país. Por isso, foi preso e torturado. Mas conseguiu fugir para a Alemanha. Pachman foi sete vezes campeão da Tchecoslováquia: 1946, 1953, 1957, 1959, 1961, 1963 e 1966. Ele também se notabilizou como autor de livros sobre xadrez, editado em diversos idiomas. Os principais são: "Tática Moderna em Xadrez", Estratégia Moderna em Xadrez", "Teoria Moderna em Xadrez" e dois volumes sobre aberturas. Faleceu em Passau (Alemanha) em 6/3/2003.
14/5/1936Nesta data, é iniciado o Torneio Internacional de Moscou 1936, a última grande competição vencida por José Raúl Capablanca. A classificação: 1º) Raúl Capablanca (Cuba), com 13 pontos; 2º) Mikhail Botvinnik (União Soviética), 12; 3º) Salo Flor (Tchecoslováquia), 9,5; 4º) Andrei Lilienthal (União Soviética), 9; 5º) Vyacheslav Ragozin (União Soviética), 8,5; 6º) Emanuel Lasker (Alemanha), 8; 7º) Ilya Kan (União Soviética), 7,5; 8º) Stepan Levenfisch (União Soviética), 7,5; 9º) Nikolai Rjumin (União Soviética), 7,5; 10º) Erich Eliskases (Áustria), com 7,5 pontos.
3/5/1941Em Zugdidi (Georgia), nasce Nona Gaprindashivili, campeã mundial de 1962 a 1978. Gaprindashivili conquistou o título mundial em Moscou (1962) ao vencer o match com a então campeã do mundo a russa Elizaveta Bykova por 9 a 2. Nona defendeu o título e venceu matches com a russa Alla Kushnir (três vezes) em 1965 (venceu por 10 a 6), em 1969 (venceu por 12 A 7) e 1972 (venceu por 12 a 11); e com a georgiana Nana Alexandria em 1975 (venceu por 9 a 4). Perdeu o título em 1978, quando outra georgiana Maia Chiburdanidze a venceu por 8,5 a 6,5.
31/5/1941Nesta data é fundada a Federação Metropolitana de Xadrez (FMX). Entidade que foi controladora do xadrez no atual município do Rio de Janeiro, durante o período que o Rio foi Distrito Federal e, depois, Estado da Guanabara. Antes da fundação da FMX, o xadrez da então capital da República era administrado e organizado pela CBX (Confederação Brasileira de Xadrez).
19/5/1946Na sede do Jacarepaguá Tênis Clube, no bairro de Jacarepaguá (Rio de Janeiro), Heitor Moutinho Ribas joga simultânea contra 19 jogadores, com 13 vitórias, quatro empates e duas derrotas para Gualter Maia e Olegário Franklin. Felício Anchite, na época diretor de xadrez do JTC, empatou com o simultanista. Heitor Ribas ostentava o título de campeão fluminense de 1945 (campeonato do antigo Estado do Rio de Janeiro, que desapareceu com a fusão com o Estado da Guanabara).
9/5/1950Em Ibituva (PR), nasce Vitório Chemin, que foi vice-campeão brasileiro em 1987 (o campeão foi o carioca Eduardo Gouveia). Chemin foi campeão paranaense em 1971, 1972 e 1974.
23/5/1951Em Zlatoust (Rússia), nasce Anatoly Karpov, campeão mundial de 1975 a 1985 e 1993 a 1999. Foi campeão mundial juvenil em 1969. Campeão da União Soviética em 1976, 1983 e 1988. Pelo Campeonato Mundial, Karpov foi notícia em todos os jornais do mundo pelos duelos em matches contra Victor Korchnoi e Garry Kasparov (KxK).
29/5/1951Em Budapeste (Hungria), morre Geza Maroczy, um dos maiores jogadores do início do século XX, quando foi apontado como pretendente ao título mundial. Foi campeão pela equipe da Hungria nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez de 1927 (Londres). A Hungria formou com Maroczy, Nagy, Vadja, A. Steiner e Havasi. Maroczy defendeu a Hungria também nas Olimpíadas de 1930 (Hamburgo), 1933 (Folkestone) e 1936 (Munique). Foi campeão húngaro em 1932. Ele nasceu em Szeged (Hungria) em 3/3/1870.
2/5/1957Em Curitiba (PR), nasce Jaime Sunye Neto, que conquistou sete vezes o Campeonato Brasileiro. Ele foi campeão brasileiro em 1976, 1977, 1979, 1980, 1981, 1982 e 1983. Campeão brasileiro juvenil em 1973 e 1975. Campeão paranaense em 1975 e 1978. Campeão pan-americano juvenil em Buenos Aires (1975). em Alabama (1977), conquistou o Campeonato Aberto dos Estados Unidos. Foi presidente da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) de 1988 a 1992.
3/5/1962Em São Paulo, morre Raul Herman Charlier, que foi vice-campeão brasileiro em 1943. O match final do Campeonato Brasileiro de 1943 foi disputado no Clube de Xadrez São Paulo, com a vitória de João Souza Mendes sobre Raul Charlier por 5,5 a 4,5. Em 1935, no Rio de Janeiro, conquistou a Prova Clássica Caldas Viana. Ainda no Rio, foi campeão carioca interclubes pelo Olímpico em 1939. Participou da equipe brasileira nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez de Munique (Alemanha) em 1936. Foi bicampeão pelo Clube de Xadrez São Paulo em 1935/1936. Nasceu em São Paulo (SP) em 1913.
22/5/1962No Rio de Janeiro (RJ), nasce Darcy Gustavo Lima, campeão brasileiro em 1992, 2002 e 2003. Começou a jogar xadrez de competição em 1974 (doze anos de idade) pelo Clube de Xadrez Guanabara. Foi campeão brasileiro juvenil em 1980. Campeão Estadual do Rio de Janeiro em 1981. Campeão carioca em 1987. Foi presidente da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX).
29/5/1970Em Porto Alegre (RS), morre Luiz Viana, grande nome do xadrez brasileiro como jogador e jornalista. Ele nasceu no Rio de Janeiro (RJ) em 24/5/1894. Era primo do famoso enxadrista brasileiro João Caldas Viana Neto. Luiz Viana foi campeão carioca em 1927. Trabalhou como jornalista profissional em O Globo, onde manteve excelente coluna de xadrez (Entre as Torres) desde a fundação do jornal em 1925 até 1944, ano em que foi morar em Curitiba, quando conquistou o Campeonato Paranaense de 1944. Em 1945, se mudou para Porto Alegre, onde passou o resto da sua vida. Em Porto Alegre, escreveu coluna de xadrez no jornal Correio do Povo intitulada "No Mundo do Xadrez".
31/5/1976Nesta data, Friedrich Salamon é eleito presidente da Federação Metropolitana de Xadrez (FMX), em substituição a Júlio Souza Mendes (filho do campeão brasileiro João Souza Mendes). Salamon é eleito para cumprir um mandato provisório até a fusão das federações dos antigos Estados do Rio de Janeiro (Federação Fluminense de Xadrez) e da Guanabara (Federação Metropolitana de Xadrez).
4/5/1979Nesta data, é reaberta a Seção de Xadrez do Fluminense F.C.,após 18 anos de inatividade. Após a cerimônia de inauguração da nova sala de xadrez do clube, Lincoln Lucena dirigiu uma sessão de partidas simultâneas contra 25 tabuleiros (jogaram e empataram com o simultanista, o então Ministro da Fazenda Mário Henrique Simonsen e sua esposa Iluska Simonsen). O Fluminense tem tradição no xadrez brasileiro, sendo o clube com mais títulos do Interclubes do Rio de Janeiro. Com a reabertura em 1979, pareceria que viria mais muitos de glórias, inclusive o Flu foi campeão interclubes do Rio de 1979. Mas o entusiasmo dos enxadristas do clube foi efêmero, pois a nova Seção de Xadrez durou menos de dois anos.
13/5/1986No Rio de Janeiro (RJ), morre João Almeida Pinheiro, forte jogador carioca, que participou do xadrez do Jacarepaguá Tênis Clube na década de 1940, voltando ao clube na década de 1960. Almeida Pinheiro foi campeão do Jacarepaguá TC em 1962. Campeão do Torneio de Aniversário do JTC em 1962 e 1963. Almeida Pinheiro nasceu em 27/1/1921.
5/5/1995Em Moscou, morre Mikhail Botvinnik, um dos maiores campeões do mundo da história do xadrez. Botvinnik conquistou o título mundial em 1948 ao vencer o torneio organizado pela FIDE, pois o título estava vago desde 1946 com a morte do campeão Alexander Alekhine. O torneio de 1948, vencido por Botvinnik, contou ainda com Smyslov, Keres, Reshevsky e Euwe. Botvinnik manteve o título até 1957, quando perdeu o match para Vassily Smyslov. No ano seguinte, na revanche contra Smyslov recuperou o título. Em 1960, Mikhail Tal o venceu, mas Botvinnik novamente recuperou o título em 1961. Em 1963, perdeu o título de campeão do mundo para Tigran Petrosian. Botvinnik foi campeão soviético em 1931, 1933, 1939, 1941, 1944, 1945 e 1952. Nasceu em São Petersburgo em 17/8/1911.
13/5/1999No Rio de Janeiro (RJ), morre Arnaldo Vasconcelos, campeão carioca de 1946. Ele nasceu em 27/6/1912 na Inglaterra (o pai se encontrava lá em missão oficial do Governo Brasileiro).
3/5/2010Em Manila (Filipinas), morre Florencio Campomanes, forte enxadrista filipino e ex-presidente da FIDE, vítima de câncer. Ele nasceu também em Manila (Filipinas) em 22/2/1927. Camponames foi forte jogador de nível nacional. Sua projeção internacional foi como dirigente. Primeiro, pela excelente organização do match pelo Campeonato Mundial entre Anatoly Karpov e Viktor Korchnoi, realizado em Baguio (Filipinas) em 1978. Depois, no cargo de presidente da FIDE de 1982 a 1996. Como presidente da FIDE, esteve no Brasil durante o Campeonato Mundial da Juventude, realizado em 1995 na cidade mineira de São Lourenço. Em 1993, durante a sua presidência, o então campeão mundial Garry Kasparov se separou da FIDE, fundando outra entidade paralela, a Professional Chess Association (PCA), que, depois, passou a ser chamada de World Chess Council (WCC). Então, o mundo passou a ter dois campeões mundiais, situação que só terminou em 2007. Como jogador, Florencio Campomanes foi campeão das Filipinas em 1956 e 1960. Integrou a equipe das Filipinas nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez doze vezes de 1956 (Moscou) a 1980 (Malta).
8/5/2010Em Budapeste (Hungria), morre Andrei Lilienthal, grande nome do xadrez mundial na primeira metade do século XX. Ele nasceu em Moscou em 5/5/1911, mas sua família emigrou para a Hungria quando Lilienthal estava com apenas dois anos de idade. Em 1939, retornou para a União Soviética. Fez parte da equipe da Hungria nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez em 1933.1935 e 1937. Foi campeão nos Torneios Internacionais de Ujpest 1934 (Hungria) e Barcelona (Barcelona) 1934. Participou do Interzonal de 1948 (Saltsjobaden - Suécia), ocupando o quinto lugar e se classificando para o Torneio de Candidatos de 1950 (Budapeste - Hungria). Andrei Lilienthal foi o último enxadrista a morrer dos 27 que a FIDE concedeu pela primeira vez o título de Grande Mestre Internacional em 1950. Eis a relação dos 27 primeiros GMs da FIDE: Bernstein, Boleslavsky, Bondarevsky, Botvinnik, Bronstein, Duras, Euwe, Fine, Flohr, Gruenfeld, Keres, Kostic, Kotov, Levenfish, Lilienthal, Maroczy, Mieses, Najdorf, Ragozin, Reshevsky, Rubinstein, Saemisch, Smyslov, Stahlberg, Szabo, Tartakower e Vidmar.

 

Efemérides mês de junho
19/6/1763Em Schussenried (Alemanha), nasce Johann Baptist Allgaier, grande teórico do xadrez do final do século XVIII. Em 1795, publicou em Viena (Áustria) o livro "Novas Teorias e Práticas do Xadrez", com muitas ilustrações e análises, inclusive o gambito que traz o seu nome. O Gambito Allgaier (1 e4 e5 2 f4 exf4 3 Cf3 g5 4 h4 g4 5 Cg5), foi muito utilizado no século XIX, inclusive pelo russo naturalizado francês Lionel Kieseritsky, que fez profundos estudos sobre esta variante do Gambito do Rei. Allgaier viveu boa parte da sua vida em Viena, onde ensinou a jogar xadrez os filhos do Imperador Francisco II. Faleceu em Viena em 3/1/1823.
22/6/1837Em Nova Orleans (Estados Unidos), nasce Paul Morphy, considerado como o melhor jogador do mundo durante a viagem que fez à Europa em 1857 e 1858, quando venceu os melhores jogadores europeus, inclusive o alemão Adolf Anderssen, apontado na época como campeão mundial. Em Paris (Café de la Régence), Morphy jogou uma simultânea às cegas contra oito mestres da França, conseguindo vencer seis e empatar duas partidas. Após o evento, Morphy foi carregado nos ombros por um enxadrista e acompanhado por um multidão pela ruas de Paris. Sua vida enxadrística foi brilhante, porém, efêmera. Com apenas 23 anos de idade, praticamente acabou sua carreira no xadrez. Com problemas existenciais, passou a viver em Nova Orleans, vagando pelas ruas da cidade e dirigindo frases para os transeuntes sobre coisas do xadrez. Morphy faleceu aos 47 anos de idade em 10/7/1884.
20/6/1888Em Londres (Inglaterra), morre Johann Hermann Zukertort. Ele nasceu em Lublin (Polônia) em 7/8/1842. Morou na Alemanha e na Inglaterra. Em 1878, se radicou finalmente em Londres e se naturalizou cidadão inglês. Disputou com Wilhelm Steinitz em 1886 o primeiro match oficial da história do Campeonato Mundial. A vitória foi de Steinitz por 12,5 a 7,5. Quando jogava de brancas, costumava a fazer o primeiro lance com o cavalo do rei. A abertura é irregular e tem o nome de Abertura Zukertort (1 Cf3). Foi popular durante alguns anos do século XIX. Quase sempre a Abertura Zukertort se transforma em Abertura do Peão da Dama ou Gambito da Dama.
26/6/1890Nesta data, nasce Heitor Alberto Carlos, campeão carioca de 1922. Oficial do Exército, foi jogador ativo no Clube Militar do Rio de Janeiro e forte enxadrista do País. Em 1936, participou da equipe brasileira nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez de Munique (Alemanha). Heitor Alberto faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 19/12/1959.
15/6/1895Em Zurique (Suíça), é usado pela primeira vez em uma competição o Sistema Suíço de emparceiramento. O organizador do torneio foi o próprio inventor do sistema, o Dr. Julius Muller.
28/6/1902Em Hadychahrour (Líbano), nasce Ramia Abi-Rama, campeão em 1936 do antigo Estado do Rio de Janeiro (atualmente interior do novo Estado do Rio de Janeiro). Ramia vem muito jovem para o Brasil e se radicou em Niterói, a capital do antigo Estado do Rio. Faleceu em Niterói em 30/12/1980.
14/6/1903Em Oradea (Romênia), nasce Lajos Steiner. Ainda muito jovem foi morar na Hungria. Era de irmão Endre Steiner (1901-1944), que foi também grande jogador de xadrez. Lajos Steiner foi campeão húngaro em 1936. Participou da equipe da Hungria nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez em 1931, 1933 e 1935. Em 1939, emigrou para a Austrália, onde foi campeão nacional diversas vezes. Em 1948, em Saltsjöbaden (Suécia), participou do primeiro Interzonal (prova seletiva para o Campeonato Mundial). Steiner escreveu muitos livros de xadrez. O mais importante é "Reis no Tabuleiro". Ele faleceu em Sydney (Austrália) em 22/4/1975.
24/6/1903Em São Sebastião do Paraíso (MG), nasce Paulo Roberto Duarte Filho, vice-campeão brasileiro em 1942 (o campeão foi Walter Cruz). Paulo Duarte participou deste Campeonato Brasileiro representando o Estado de São Paulo, onde estava radicado há muitos anos. Faleceu em São Paulo (SP) em 6/3/1970
17/6/1906Em Filadélfia (Pennsylvania - Estados Unidos), morre Harry Nelson Pillsbury, um dos maiores jogadores do mundo do final do século XIX início do século XX. Ele nasceu em Somerville (Massachusetts - Estados Unidos) em 5/12/1872. Foi campeão dos Estados Unidos em 1897 e 1906, ano que faleceu. Enxadrista profissional, fazia muitas exibições em giro pelo mundo, inclusive em eventos às cegas. Certa ocasião, ele jogou ao mesmo tempo sem ver o tabuleiro simultâneas de xadrez e jogo de damas, enquanto tomava parte de uma partida de "whist" (espécie de jogo de baralho). Entre sua vitórias em torneios internacionais, se destacam o Torneio de Hastings 1895 e Torneio de Munique 1900.
17/6/1915Em Barra do Piraí, nasce Henrique Pereira Maia Vinagre, campeão pelo antigo Estado do Rio de Janeiro (hoje Campeonato do Interior da FEXERJ) treze vezes: 1927, 1938, 1940, 1942, 1943, 1947, 1951, 1952, 1954, 1964, 1965, 1966 e 1970. Foi o primeiro campeão brasileiro postal pelo CXEB (Clube de Xadrez Epistolar Brasileiro). Em 1999, recebeu o título de Mestre Internacional postal da ICCF (International Correspondence Chess Federation). Ainda menino foi morar com os pais em Niterói, onde desenvolveu durante décadas as diretrizes do xadrez do atual interior do Rio de Janeiro. Fundou vários clubes de xadrez e a Federação Fluminense de Xadrez (mentora do jogo no antigo Estado do Rio), pelos quais foi presidente em diversas épocas. Manteve nas décadas de 1960 e 1970 excelente coluna de xadrez no jornal "O Fluminense", editado em Niterói. Maia Vinagre faleceu em Niterói em 29/9/2005.
15/6/1925Em Berlim (Alemanha), morre Richard Teichmann. Ele nasceu em Lehnitzsch (Alemanha) em 24/12/1868. Esteve de passagem pelo Rio de Janeiro (RJ) em 1905, quando empatou com João Caldas Viana Neto, considerado o maior jogador brasileiro da época. Teichmann venceu importantes torneios internacionais. Os principais foram: Londres (1900), Berlim (1907) e Munique (1909), Berlim (1910). Venceu matches contra Jacques Mieses e Rudolf Spielmann.
16/6/1944Em Rio Grande (RS), nasce Antônio Rocha, campeão brasileiro em 1964 e 1969. Menino prodígio no xadrez. Veio morar no Rio de Janeiro aos 16 anos de idade, época em que jogava simultâneas às cegas no Tijuca Tênis Clube. Foi campeão carioca em 1965 e 1967. Foi campeão do Interclubes RJ pelo Tijuca TC em 1967. Conquistou o título de Mestre Internacional em 1979 pela sua excelente participação no Torneio Internacional de São Paulo, que contou com oito Grandes Mestres. Foi campeão paulista em 1971, 1973, 1978 e 1983. Na década de 1990, por problemas existenciais, entregou-se à bebida. Está desaparecido desde o ano de 2000.
8/6/1954Em Leningrado - atual São Petersburgo (Rússia), nasce Irina Levitina, uma das grandes jogadores soviética das três últimas décadas do século XX. Ela mora atualmente nos Estados Unidos. Em 1984, disputou match pelo título mundial com a então campeã do mundo Maia Chiburdanidze, mas perdeu para Maia por 8 a 5. Disputou o Torneio de Candidatas ao título mundial feminino em 1975, 1983, 1986 e 1992. Foi campeão feminina da União Soviética em 1971, 1978, 1979 e 1980.
10/6/1971No Rio de Janeiro (RJ), morre o General Benedito Pianchão de Carvalho, que foi presidente do Clube de Xadrez Guanabara de 1966 a até o dia da sua morte em 1971. Foi candidato a presidente da Federação Metropolitana de Xadrez - FMX (controladora do xadrez do antigo Estado da Guanabara) em 1978 (perdeu para Hilwan Cantanhede) e 1979 (perdeu para Luciano de Andrade). Escreveu coluna de xadrez no jornal Correio da Manhã no final da década de 1960, com o pseudônimo de D. Pixote. O General Pianchão de Carvalho nasceu em 1907.
11/6/1973Em Estocolmo (Suécia), morre Folke Rogard, que foi presidente da FIDE (Fédération Internationale des Échecs) no período de 1949 a 1970. Ele nasceu também em Estocolmo em 6/7/1899. Sua personalidade e temperamento foram de alta importância para o xadrez mundial em uma época da chamada Guerra Fria. Conseguiu a proeza das competições internacionais envolvendo a União Soviética e os Estados Unidos transcorressem na maior tranqüilidade e esportividade, como aconteceu na Olimpíada Mundial de 1964, realizada em Tel-Aviv (Israel), quando a União Soviética foi a campeã; e os Estados Unidos o sexto colocado. Não houve boicote. O mesmo não aconteceu nas Olimpíadas de 1976, em Haifa (Israel), quando a União Soviética e os países árabes não compareceram (o presidente da FIDE em 1976 era Max Euwe). Folke Rogard foi excelente árbitro internacional.
25/6/1975Em Tuapse (Rússia), nasce Vladimir Kramnik. Em 2000, venceu Garry Kasparov pelo match do Campeonato Mundial da WCC (World Chess Council), uma entidade fundada por Kasparov, a fim de promover o seu próprio Mundial. A WCC ficou muito tempo ilegal, não reconhecida pela FIDE. Kramnik ostentou o título mundial pela dissidente WCC de 2000 a 2006. Em 2006, a FIDE resolveu fazer o match da unificação entre o campeão mundial da FIDE (Veselin Topalov) e o campeão mundial da WCC (Vladimir Kramnik). A vitória foi de Kramnik, que passou a ser o campeão reconhecido pela FIDE.
14/6/1978 Em Porto Alegre, nasce Giovanni Portilho Vescovi. Veio morar em São Paulo, com a família, com poucos meses de idade. Aprendeu a jogar xadrez com o pai e se aprimorou na teoria no Clube Paulistano. Foi tricampeão brasileiro em 1999-2002-2001 e duas vezes bicampeão 2006-2007 e 2009-2010. Em 1993, terminou o Campeonato Brasileiro, realizado em Brasília, empatada na primeira colocação com Aron Antunes Corrêa, mas se recusou em disputar o match extra. A CBX, então, proclamou Aron Antunes campeão brasileiro de 1993. Giovanni conquistou importantes torneios internacionais. Defendeu o Brasil em diversas Olimpíadas Mundiais de Xadrez.
2/6/1980Em Ljubliuna (Iugoslávia), morre Vasja Pirc. Seu nome ficou famoso por causa da Defesa Iugoslávia ( 1 e4 d6 ). Após a Segunda Guerra Mundial, Pirc fez extensas análises da Defesa Iugoslávia, que passou a ser chamada de Defesa Pirc em sua homenagem. Conquistou o Campeonato Iugoslavo em 1948 e 1953. Participou do Interzonal de 1948 (Saltsjöbaden, Suécia). Defendeu a Iugoslávia nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez em 1952 (Helsinque) e 1954 (Amsterdam). Parou de jogar xadrez de competição em 1968. Pirc nasceu em Idrija (Iugoslávia) em 19/12/1907.
19/6/1981Em São Paulo, morre Dora Rúbio de Castro, a primeira campeã brasileira em 1957. Dora também foi tricampeã brasileira em 1960/1961/1962. Nasceu em 15/11/1930 em São Paulo (SP), no bairro do Brás.
28/6/1992Em Riga (Letônia), morre Mikhail Tahl, um dos maiores jogadores da arte de combinação da história do xadrez. Em 1960, aos 23 anos de idade, Tahl maravilhou o mundo ao derrotar o campeão mundial Mikhail Botvinnik, com um jogo impetuoso e com muitos sacrifícios de material. Foi campeão do mundo por somente um ano, pois, já naquela época, sua saúde já não era boa. Com mais experiência e vigor físico, apesar da idade, Botvinnik recuperou o título em 1961. Tahl foi campeão da antiga União Soviética em 1957, 1958, 1967, 1972, 1974 e 1978. Venceu o Torneio de Candidatos ao título mundial em 1959. Nasceu em Riga em 9/11/1936.
1/6/1993Em São Paulo (SP), morre Lígia Abreu de Carvalho, tricampeã brasileira em 1978-1979-1980. Ela passou os últimos anos da sua vida com grave problema existencial, que culminou com o seu suicídio. Aprendeu a jogar xadrez muito pequena, pois era filha do jornalista Adriano de Carvalho, dirigente do xadrez paulista e autor de excelente coluna de xadrez na Gazeta Esportiva de São Paulo. Seu irmão, Herbert Carvalho, foi um dos melhores jogadores brasileiros nas décadas de 1970 e 1980. Lígia de Carvalho nasceu em São Paulo (SP) em 17/11/1957.
15/6/2002No Rio de Janeiro (RJ), é fundado o Praça Seca Xadrez Clube, por um grupo de enxadristas da seção de xadrez do Jacarepaguá Tênis Clube
22/6/2007Em Porto Alegre (RS), morre Antônio Frisina, que foi presidente da Federação Gaúcha de Xadrez em 1990 e 1991. Frisina foi um grande dirigente do xadrez do Rio Grande do Sul. Também foi diretor do Metrópole Xadrez Clube de Porto Alegre.

 

Efemérides mês de julho
15/7/1656Em Nápoli (Itália), morre o grande médico cirurgião italiano Marco Aurélio Severino, que se destacou também no século XVII por ser um excelente jogador de xadrez. Severino foi contemporâneo do italiano Giacchino Greco, considerado o campeão do mundo da sua época. Marco Aurélio Severino escreveu muitos livros sobre o xadrez. Os mais importantes foram: "La Filosofia degli Scachi" (A Filosofia do Xadrez) e "Studi sull'Opera Sacchistica" (Estudo sobre a Arte Enxadrística). Ele nasceu em Tarsia (Itália) em 1580.
27/71795Em Berlim (Alemanha), nasce Ludwig Bledow, pioneiro do xadrez organizado da cidade de Berlim. Ele fundou em 1846, poucos meses antes da sua morte, a primeira revista de xadrez alemã, a "Deutsche Schachzeitung". Bledow faleceu em Berlim em 6/8/1846.
21/7/1838

Em Nova Jersey (Estados Unidos), morre Johann Maelzel, dono da máquina de jogar xadrez, que fez exibições na Europa e nos Estados Unidos. O inventor dessa máquina foi o Barão Wolfgang von Kepelen, que faleceu em 1804. Nesse ano, Maelzel a comprou dos descendentes do barão. O jogador de xadrez automático era uma figura do tamanho de um homem, vestido de turco e sentado diante de uma grande caixa que servia como mesa de jogo. O boneco movia as peças com os braços. Antes das exibições, era aberta os compartimentos para demonstrar que não havia ser humano dentro da caixa. Porém, se tinha o cuidado de abrir uma portinhola de cada vez. O certo é que nunca se descobriu se o Turco jogava xadrez sozinho ou era ajudado por um ser humano escondido dentro das engrenagens. No tempo de Maelzel na Europa, se desconfiava que o ocupante da máquina era o famoso enxadrista austríaco Johann Allgaier. Na temporada nos Estados Unidos, o forte jogador Schlumberger sempre era visto junto com Maelzel antes e depois das exibições, mas sumia quando a máquina começava a jogar xadrez (Allgaier e Schlumberger eram de pequena estatura e podiam se alojar dentro da máquina). Maelzel era músico e amigo de Beethoven. Muitos concertos sinfônicos de Beethoven foram precedidos com exibições da máquina de jogar xadrez. Nos Estados Unidos, o escritor Edgar Allan Poe assistiu muitas exibições do autômato jogador de xadrez. Maelzel nasceu em Regensburg (Alemanha) em 15/8/1772.

29/7/1892Em São Petersburgo (Rússia), nasce Peter Romanovsky, autor e dirigente do xadrez da antiga União Soviética. Foi campeão soviético em 1923 e 1927. Foi membro do Presidium da Federação de Xadrez da União Soviética. Escreveu muito livros teóricos sobre o jogo de xadrez. O principal foi "Combinações do Meio-Jogo", publicado em russo no ano de 1929 e traduzido para diversos idiomas. Romanovsky faleceu em Moscou (Rússia) em 1/3/1964.
27/7/1903No Rio de Janeiro (RJ), nasce Oswaldo Cruz Filho, vice-campeão brasileiro de 1948 (o campeão foi seu irmão Walter Cruz). Oswaldo e Walter eram filhos do famoso cientista Oswaldo Cruz. Oswaldo Cruz Filho foi campeão do Interclubes do Rio de Janeiro, na equipe do Fluminense, dez vezes: 1928, 1929, 1938, 1945, 1946, 1950, 1952, 1953, 1955 e 1957. Ele faleceu em Petrópolis (RJ) em 6/3/1977.
27/7/1904Em Lubni-Poltava (Ucrânia), nasce Ludmila Rudenko, campeã do mundo de 1950 a 1953. Desde 1944, quando morreu a campeã Vera Menckink, o xadrez feminino ficou sem uma campeã mundial. Em 1950, a FIDE organizou em Moscou um torneio entre as melhores jogadoras do mundo, a fim de escolher a nova campeão do mundo. A vitória foi de Rudenko, seguida pela soviética Olga Rubtsova. Ludmila Rudenko faleceu em Leningrado (atual São Petersburgo) em 5/3/1986.
5/7/1921No Rio de Janeiro (RJ), nasce Renê Tardin, campeão em 1939 do antigo Estado do Rio de Janeiro (atualmente interior do novo Estado do Rio de Janeiro). Em 1965, fez parte da equipe do Clube de Engenharia, campeã do Campeonato Interclubes do Rio de Janeiro (Classe B). Tardin faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 6/10/2001.
6/7/1928Em Marília (SP), nasce Olício Gadia, campeão brasileiro em 1959 e 1962. Gadia se radicou na cidade do Rio de Janeiro, onde era alto funcionário da Caixa Econômica Federal. Foi campeão carioca em 1957 e 1962. Campeão diversas vezes do interclubes (RJ) pela equipe do Fluminense. Foi presidente da Federação Metropolitana de Xadrez - FMX (entidade do xadrez da cidade do Rio de Janeiro, que foi substituída pela atual FEXERJ) de 1963 a 1965. Gadia faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 1/5/1988.
16/7/1938Em Salvador (BA), nasce José Pinto Paiva, campeão brasileiro em 1966 e 1971. Diversas vezes campeão baiano, ele estreou na fase final do Campeonato Brasileiro em 1963 (realizado em Recife e vencido por Hélder Câmara). Participou treze vezes da fase final do Brasileiro de 1963 a 1976. Além dos dois títulos de campeão, foi vice-campeão brasileiro em 1967 e 1969. Foi presidente da Federação Baiana de Xadrez. Defendeu o Brasil nas Olimpíadas de Lugano (1968) e Siegen (1970).
16/7/1942Em Buenópolis (MG), nasce Márcio Miranda (Márcio Marcos do Carmo Miranda), campeão brasileiro de 1974. O Campeonato Brasileiro de 1974 foi realizado na cidade do Rio de Janeiro, terminando empatado entre Miranda e Alexandru Segal. Os dois matches-desempates em São Lourenço (MG) também terminaram empatados. A pedido dos dois, a CBX decidiu proclamá-los campeões de 1974. Márcio Miranda foi campeão carioca em 1975 e 1982. Em 1976, ele tornou-se o primeiro campeão do novo Estado do Rio de Janeiro surgido com a fusão (FEXERJ). Foi presidente da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) de 1980 a 1982.
30/7/1958Em São Paulo (SP), morre José Petronilho Gonçalves de ataque cardíaco, quando exercia o cargo de presidente da Federação Paulista de Xadrez.
12/7/1960Em Porto Alegre (RS), morre Arrigo Prosdocimi, vítima de derrame cerebral. Ele nasceu no Rio Grande do Sul. Foi vice-campeão brasileiro em 1947. O Campeonato Brasileiro de 1947 foi realizado em Porto Alegre, e vencido por Márcio Elísio de Freitas. Arrigo Prosdocimi foi campeão paulista em 1956 e campeão gaúcho em 1958.
7/7/1963Nesta data, é inaugurada a sala de xadrez do Jacarepaguá Tênis Clube, com as presenças do presidente da Federação Metropolitana de Xadrez (Rio) Olício Gadia e de Tancredo Madeira de Ley (colunista de xadrez do extinto jornal carioca Correio da Manhã). após a inauguração, foi realizado um torneio relâmpago, dirigido pelo então diretor de xadrez do clube Waldemar Costa. A sala de xadrez do JTC foi considerada na época, pela imprensa especializada, como a mais moderna e funcional do xadrez do Rio de Janeiro.
29/7/1964Em Bagé (RS), nasce Aron Antunes Correia, campeão brasileiro de 1993. O Campeonato Brasileiro de 1993, realizado em Brasília (DF), terminou empatado na primeira colocação entre Giovanni Vescovi e Aron Antunes Correia. O match-desempate seria realizado em São Paulo (SP), mas Vescovi desistiu de participar por causa do pequeno valor de prêmio para a disputa. Então, em julho de 1994, a Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) proclamou Aron Antunes campeão brasileiro de 1993. Aron foi também campeão do Aberto do Brasil de 1987 e vice-campeão brasileiro em 1991.
9/7/1966Nesta data, Tancredo Madeira de Ley (colunista de xadrez do jornal Correio da Manhã) joga simultânea contra 18 tabuleiros no Jacarepaguá Tênis Clube, situado no bairro de Jacarepaguá (Rio de Janeiro, RJ). O simultanista obteve oito vitórias, sete empates (Ademir Fernandes de Castro, João Arthur Sette, Ari Santos, Waldemar Costa, José Antônio Pinto, Jamil Chaddud e Carlos Maurício Moreira) e três derrotas (Henrique Valle, Orlando Alcântara Soares e Benedito Camargo).
10/7/1969No Hospital dos Servidores do Estado (Rio de Janeiro, RJ), morre João de Souza Mendes Júnior, um dos maiores jogadores da história do xadrez brasileiro. Souza Mendes foi sete vezes campeão brasileiro: 1927, 1928, 1929, 1930, 1943, 1954 e 1958. Participou 29 vezes da fase final do Campeonato Brasileiro. Conquistou o título de campeão carioca em 1924, 1926, 1942 e 1945. Foi onze vezes campeão do Interclubes-RJ, jogado pelos seguintes clubes: Botafogo (1937 e 1962), Clube de Xadrez Rio de Janeiro (1944 e 1947), Olímpico Clube (1948, 1951 e 1966) e Fluminense (1955, 1957, 1959 e 1960). Souza Mendes nasceu no arquipélago dos Açores (Portugal) em 23/6/1892. Era naturalizado brasileiro.
4/7/1972Em Osasco (SP), nasce Roberto Watanabe, campeão brasileiro em 1990. Seu primeiro grande título foi a conquista do Campeonato Brasileiro de Cadetes em 1988. Foi também tricampeão brasileiro juvenil em 1988/1989/1990. Em 1990, em Campo Grande (MS), ganhou invicto o Campeonato Aberto do Brasil. Em 1991, em Bariloche (Argentina), conquistou o Campeonato Pan-Americano Juvenil, obtendo com esse resultado o titulo de Mestre Internacional.
4/7/1973Em Moscou (Rússia), morre Leonid Stein, vítima de ataque cardíaco no Rossiya Hotel, quando se preparava para viajar ao Brasil, a fim de participar do Interzonal de Petrópolis 1973, que foi vencido pelo brasileiro Henrique Meckink (Mequinho). Stein era considerado um dos favoritos para a conquista do título mundial. Foi campeão da Ucrânia em 1960 e 1962. Campeão da antiga União Soviética em 1963, 1965 e 1966. Nasceu em Kamenets-Podolsk (Ucrânia) em 12/11/1934.
23/7/1976Em Budapeste (Hungria), nasce Judit Polgar, a única enxadrista do mundo que enfrenta os homens de igual para igual. É também a única mulher que possui o título de Grande Mestre absoluto, que é conquistado em competições que normalmente só participam homens. Judit não participa de torneios femininos. Por isso, nunca foi campeã mundial da categoria. Sua mais velha Zsuzsa Polgar foi campeã mundial de 1996 a 1999. Entretanto, em 1990, Judit ainda criança com 13 anos de idade participou do Sub-14 feminino do Mundial da Juventude e foi a campeã do mundo do sub-14. A partir daí, nunca mais jogou competições cem por cento feminina. Só torneios de homens, como aconteceu no Campeonato Mundial de 2005 (San Luis, Argentina), vencido pelo búlgaro Veselin Topalov.
3/7/1977No Rio de Janeiro (RJ), J. T. Mangini é eleito presidente da Federação de Xadrez do Estado do Rio de Janeiro (FEXERJ), em substituição a Carlos Emery Trindade. Emery Trindade exercia o cargo interinamente por motivo da renúncia de Friedrich Salamon, que foi o primeiro presidente da FEXERJ.
11/7/1978No Rio de Janeiro (RJ), morre José Figueiredo, grande problemista de xadrez de fama intencional. Figueiredo, junto com Félix Sonnenfeld, foi um dos fundadores da União Brasileira de Problemistas (UBP). Ele nasceu em 13/8/1920.
29/7/1987No Rio de Janeiro (RJ), nasce Diego Rafael Di Berardino, campeão estadual absoluto do Rio de Janeiro em 2001, 2002, 2004 e 2006. Foi campeão carioca em 2003. Conquistou a Copa dos Campeões Estaduais Absolutos 2001, em Vitória (ES). foi campeão em diversas competições de categorias por idade. A primeira foi o título de campeão brasileiro sub-14 em 2000, quando tinha 13 anos de idade. Diego nasceu no bairro carioca de Jacarepaguá (Hospital Renaud Lambert, atual Hospital Aliança de Jacarepaguá). Continua morando em Jacarepaguá com os pais, que são argentinos.
28/7/1995Em Nova Friburgo (RJ), morre Galdino El-Jaick, campeão em 1963 do antigo Estado do Rio de Janeiro (hoje interior do novo Estado). Galdino também nasceu em Nova Friburgo em 1/12/1907.
1/7/2000Em Niterói, é fundado o Núcleo de Xadrez de Niterói, por um grupo que jogava xadrez em bares do bairro de São Francisco, que se juntaram a enxadristas da extinta seção de xadrez do Canto do Rio Futebol Clube.
4/7/2001No Rio de Janeiro (RJ), morre Luciano Belém, vítima de câncer. Ele foi forte jogador radicado no Rio de Janeiro e participou de muitas fases finais de Campeonatos Brasileiros. Luciano foi vice-campeão brasileiro em 1952, junto com Eugênio German. O Campeonato Brasileiro de 1953 foi realizado em São Paulo, com a vitória de Flávio de Carvalho Júnior. Luciano Humberto de Mendonça Belém nasceu em Milagres (CE) em 28/11/1929. Na vida profissional, exerceu por muitos anos o cargo de juiz de direito.
15/7/2003No Rio de Janeiro, morre José Soares Másculo, vítima de câncer no fígado. Másculo foi bicampeão brasileiro juvenil em 1977/1978. Tricampeão juvenil do Rio de Janeiro em 1975/1976/1977. Foi tricampeão do Interclubes-RJ pelo Tijuca em 1981/1982/1983. Foi também campeão do Interclubes-RJ pelo Flamengo em 1986. José Másculo nasceu no Rio de Janeiro em 2/6/1959.
24/7/2004No Rio de Janeiro (RJ), morre Henri Levinspuhl, um dos maiores enxadristas do Rio de Janeiro nas últimas décadas do século XX. Levinspuhl foi campeão do Interclubes do Rio de Janeiro pelo Tijuca TC em 1965, 1967, 1969, 1970 e 1973; e pelo Automóvel Clube em 1976. Ele nasceu no Rio de Janeiro em 25/3/1931.

 

Efemérides mês de agosto
31/8/1795Em Londres (Inglaterra), morre André Danican Philidor, considerado o campeão do mundo do século XVIII. Philidor nasceu em 7/9/1726, na cidade francesa de Dreux, próxima de Paris. Foi também compositor e professor de música, sendo autor de famosas óperas. Aprendeu a jogar xadrez aos 10 anos de idade. Tornou-se o maior jogador de xadrez do seu tempo, época do famoso Café de la Régence, em Paris. Publicou diversos livros. O mais importante "Analyse du Jeu des Échecs" (Análise do Jogo de Xadrez), publicado em 1749 e traduzido para vários idiomas. Nesse livro, Philidor definiu os princípios estratégicos e táticos do xadrez. E defendeu a tese que " os peões são a alma do xadrez". Acrescentou no livro a importância de nunca fazer um lance de peão sem alguma razão. Seu nome é homenageado na Defesa Philidor (1 e4 e5 2 Cf3 d6).
7/8/1832Em Magdeburg (Alemanha), nasce Max Lange, grande enxadrista do século XIX e inventor da composição problemística de mate-ajudado. Lange morou boa parte da sua vida na cidade alemã de Leipzig, onde faleceu em 8/12/1899. Foi um notável jogador de combinação da sua época. Uma variante da Abertura Giucco Piano (1 e4 e5 2 Cf3 Cc6 3 Bc4 Bc5 4 0-0 Cf6 5 d4) tem o nome de Max Lange em sua homenagem. Lange escreveu muitos livros sobre xadrez, com vários temas teóricos sobre aberturas, finais e a arte do problema de xadrez. Escreveu também em 1859, a primeira biografia publicada sobre Paul Morphy. Editou de 1858 a 1864 a revista alemã de xadrez "Dutsche Schachzeitung". Foi tricampeão do Torneio Internacional de Düsseldorf em 1862, 1863 e 1864. Também venceu o Torneio de Hamburgo em 1868 e o Torneio de Aachen em 1868.
10/8/1877Em Nova Iorque (Estados Unidos), nasce Frank Marshall, que manteve o título de campeão dos Estados Unidos de 1909 a 1936 (o campeonato nessa época era em matches com o campeão defendendo o título em matches contra seus desafiantes. Marshall venceu todos os matches realizados no período). Em 1907 (Nova Iorque), disputou o título mundial com o então campeão Emanuel Lasker. Marshall decepcionou completamente seus admiradores, não conseguindo nenhuma vitória sobre Lasker. O match terminou com a vitória de Lasker por 11,5 a 3,5 (oito vitórias de Lasker e sete empates). Marshall fundou em Nova Iorque o Marshall Chess Club. Após a sua morte em Nova Jersey (Estados Unidos) em 9/11/1944, o clube foi administrado pela sua filha Caroline. O Marshall Chess Club é o mais tradicional rival do Manhattan Chess Club, ambos situados em Nova Iorque.
18/8/1891Em Nassengrund (Alemanha), morre Louis Paulsen, um dos grandes enxadristas do século XIX. Ele venceu importantes torneios internacionais: Bristol - Inglaterra (1861), Krefeld - Alemanha (1871), Leipizig - Alemanha (1877) e Frankfurt - Alemanha (1878). Paulsen nasceu também em Nassemgrud em 15/1/1833. Em 1854, foi morar nos Estados Unidos, onde participou do famoso Torneio de Nova Iorque 1857 (O vencedor foi Paul Morphy e Paulsen ficou em segundo lugar). em 1860, regressou para a Alemanha. Em 1862, em Londres, empatou o match com Adolf Anderssen, que na época era considerado o campeão mundial.
9/8/1897No Rio de Janeiro, a cidade já republicana e capital federal do Brasil assiste espetáculo pioneiro de xadrez com peças vivas, no então Teatro São Pedro (atual Teatro São Caetano, na Praça Tiradentes). A exibição, misturando o jogo de xadrez com balé, foi iniciativa de Artur Napoleão, com auxílio de João Caldas Viana Neto, Teófilo Torres e A. G. Meschick. Contou com a presença do Presidente da República Prudente de Morais e do prefeito da cidade Francisco Furquim Werneck de Almeida. As damas e torres brancas e pretas foram representadas por senhoritas da sociedade da Capital Federal. Os reis, bispos e cavalos brancos e pretos por homens ilustres. Crianças de ambos os sexos foram os peões brancos e pretos. Todos os personagens vestidos elegantemente e caracterizando as peças do jogo com suas roupas estilizadas. Artur Napoleão e Caldas Viana anunciavam os lances de uma partida de xadrez, que eram reproduzidos pelos bailarinos, no grande tabuleiro armado no palco do teatro.
25/8/1903Em Egyhazaskeszo (Hungria), nasce Arpad Elo, inventor do sistema de pontuação chamado de rating. Em 1913, com dez anos de idade, emigrou com a família para Cleveland (Estados Unidos). Se formou em Medicina pela Universidade de Chigaco. Foi notável médico e professor. Em 1935, Arpad Elo foi eleito presidente da antiga American Chess Federation (Federação Americana de Xadrez). Em 1939, fundou a atual USCF - United States Chess Federation (Federação de Xadrez dos Estados Unidos). Em 1959, começou a desenvolver e calcular o rating em clubes. O seu sistema de avaliação, chamado de rating ou elo, foi usado pela primeira vez pela USCF em 1960. A FIDE oficializou o rating de Arpad Elo em 1970. Elo faleceu em Milwaukee (Estados Unidos) em 5/11/1992.
12/8/1913Em Tula (Rússia), nasce Alexander Kotov, campeão da União Soviética em 1948. Sua maior performance no xadrez foi a vitória no Interzonal de 1952 (Suécia), com seleto grupo de participantes ao título mundial. Kotov foi campeão com três pontos!! na frente dos segundos colocados, que foram Petrosian e Taimanov. A seguir, participou do Torneio de Candidatos de 1953 (Suíça), que foi vencido por Vassily Smyslov. Alexandre Kotov teve três dos seus livros traduzidos do russo para o inglês por uma editora da cidade de Londres: Soviet School of Chess em 1958, Think like a Grandmaster em 1971 e uma biografia de Alexander Alekhine em 1973. Alexander Kotov faleceu em Moscou em 8/1/1981.
8/8/1916Em Niterói (RJ), nasce Washington de Oliveira, dirigente e forte enxadrista brasileiro. Ele foi campeão sete vezes do campeonato do antigo Estado do Rio de Janeiro (atual interior do novo Estado): 1944, 1946, 1949, 1955, 1960, 1968 e 1969. Foi o diretor-geral do Interzonal de 1973, realizado em Petrópolis (RJ), com a vitória do GM brasileiro Henrique Mecking (Mequinho). Em janeiro de 1976, Washington venceu Mequinho nas eleições para a presidência da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX). Nos poucos meses que esteve no cargo, criou medidas renovadoras no esquema de disputas das competições do xadrez brasileiro. Porém, em pleno trabalho revolucionário na presidência da CBX, Washington faleceu de ataque cardíaco na sua residência em Niterói no dia 7/6/1976.
20/8/1920No Rio de Janeiro (RJ), é fundado o antigo Clube de Xadrez Guanabara, bem anterior ao atual Clube de Xadrez Guanabara, que foi fundado no dia 28/12/1956. O CXG de 1920 teve vida efêmera e muitas sedes. Logo após a fundação funcionou na Rua do Teatro, número 19. Outras sedes do antigo CXG, todas no Centro da Cidade do Rio de Janeiro: Rua Gonçalves Dias, Rua São José, Rua Uruguaiana e Rua Álvaro Alvim.
5/8/1924Em Recife (PE), nasce Eduardo Asfora, vice-campeão brasileiro em 1950, 1962 e 1971. No Campeonato Brasileiro de 1962, realizado em Campinas (SP), faltando poucas rodadas para o final, Asfora não deu mate em três lances na sua partida contra Olício Gadia, que acabou vencendo o jogo e conquistando o título de campeão brasileiro rodadas depois. Se Asfora desse o mate, sua vantagem sobre Gadia seria de um ponto e meio, com amplas possibilidades de ser campeão. Eduardo Asfora faleceu em Recife em 8/11/1989.
28/8/1935 No Rio de Janeiro (RJ), nasce Sérgio Farias (Sérgio Antônio Barreira Lopes de Farias), que foi presidente da CBX (Confederação Brasileira de Xadrez) de 1978 a 1979 e 1983 a 1987. Em 1979, quando era presidente da CBX, organizou o Interzonal do Rio de Janeiro, realizado no Copacabana Palace. Sérgio Farias foi campeão do antigo Estado do Rio de Janeiro (atual interior do novo Estado do Rio) em 1961. Foi campeão do Interclubes-RJ em 1963 (Clube de Xadrez Carioca), 1971 (Clube de Xadrez Guanabara), 1984 (Flamengo) e 1986 (Flamengo). Em 1998, ficou tetraplégico e sem fala, por motivo de grave problema cerebral. Faleceu em Monte Santo de Minas (MG) em 7/1/2013.
1/8/1937Em Fortaleza (CE), nasce Sílvio Teixeira Mendes, vice-campeão brasileiro em 1958 (o campeonato foi realizado no Clube Naval, na cidade do Rio de Janeiro, com a vitória de João Souza Mendes). Sílvio Mendes veio com a família ainda criança para o Rio de Janeiro, onde aprendeu a jogar xadrez. Foi campeão do antigo Estado do Rio de Janeiro (atual interior do novo Estado) em 1971, 1973 e 1974. Foi campeão do Interclubes do Rio de Janeiro pela equipe do Tijuca Tênis Clube em 1969.
20/8/1942Em Estocolmo (Suécia), morre Rudolf Spielmann, um dos maiores jogadores do início do século XX. Spielmann sempre proclamou com entusiasmo que as partidas de xadrez podem ser ganhas com entrega de material. No seu livro "The Art of Sacrifice (A Arte do Sacrifício), ele explica, classifica e exemplifica os diferentes tipos de sacrifício de material no jogo de xadrez. Durante a sua vida, jogou quase dois mil partidas em cerca de 120 torneios e 50 matches individuais. Venceu muitos torneios internacionais, competindo com ases do xadrez da sua época, como Capablanca, Alekhine, Nimzowitsch, Tartakower, Tarrasch e outros categorizados jogadores de xadrez. Rudolf Spielmann nasceu em Viena (Áustria) em 5/5/1883.
8/8/1948Em São Paulo (SP), começa a circular no jornal Diário de São Paulo a coluna de xadrez de Orpheu Gilberto D'Agostini. A coluna durou mais de 30 anos. Só terminou na década de 1980 por motivo de saúde do seu autor. D'Agostini, que escreveu o livro para principiantes Xadrez Básico, faleceu em 14/4/1995.
26/8/1948Em Tiel (Holanda), nasce Herman Claudius van Riemsdijk, campeão brasileiro em 1970, 1973 e 1988. Aos nove anos de idade, Herman imigrou com a família da Holanda para a cidade gaúcha de Pelotas. Em 1969, se transferiu para a cidade de São Paulo, quando se naturalizou cidadão brasileiro. Entre muitos títulos conquistados, foi diversas vezes campeão paulista individual. Sua grande conquista foi o Campeonato Pan-Americano Individual em 1977, em Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), o que lhe valeu o título de Mestre Internacional. Foi presidente da Federação Paulista de Xadrez e do Clube de Xadrez São Paulo. Foi diretor da Confederação Brasileira de Xadrez. Durante mais de vinte anos, foi o responsável pela coluna de xadrez do jornal O Estado de São Paulo.
30/8/1950No Rio de Janeiro (RJ), nasce Carlos Eduardo Gouveia, campeão brasileiro em 1975 e 1987. Começou a participar de torneios aos 18 anos de idade. Em 1972, aos 22 anos de idade, conquistou em Porto Alegre o Campeonato Brasileiro Universitário. Foi campeão carioca em 1974 e 1981. Campeão estadual do Rio de Janeiro em 1990. No Interclubes-RJ, foi campeão pelo Tijuca (1973), C.X. Guanabara (1980), Flamengo (1984), Flamengo (1986), Tijuca (1988), Tijuca (1989), Tijuca (1990), Tijuca (1992), C. X. Guanabara (1993), C. X. Guanabara (1994), C. X. Guanabara (1996) e C.X. Guanabara (1997).
21/8/1963Em Belo Horizonte (MG), morre João Batista Santiago, grande problemista de xadrez de fama internacional. Ele manteve durante muitos anos uma coluna especializada em xadrez no jornal mineiro Diário de Minas. Foi colaborador de todas as revistas brasileiras de xadrez da sua época.
11/8/1970No Rio de Janeiro (RJ), morre o General Edmundo Gastão da Cunha, campeão carioca em 1925 e 1959. Foi campeão das Forças Armadas em 1947, 1949 e 1951. Conquistou dez vezes o Campeonato Interno do Clube Militar do Rio de Janeiro. Foi presidente da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) de 1948 a 1951 e 1953 a 1966, com diversas reeleições nesses períodos. Nasceu no Rio de Janeiro (RJ) em 29/9/1897.
14/8/1984Em Moscou (Rússia), morre Tigran Petrosian, campeão mundial de 1963 a 1969. Petrosian conquistou o título mundial em 1963 aos 34 anos de idade ao vencer Mikhail Botvinnik por 12,5 a 9,5 (15 vitórias, cinco empates e duas derrotas. Em 1969, perdeu o titulo ao ser derrotado por Boris Spassky por 12,5 a 10,5. Ele nasceu em Tbilisi (Georgia) em 17/6/1929. Em 1946, foi morar em Erevan, capital da Armênia, conquistando nesse ano o Campeonato da Armênia. Foi campeão da União Soviética em 1959, 1961, 1969 e 1975. Esteve no Rio de Janeiro em 1979, quando disputou o Interzonal realizado no Copacabana Palace. A competição terminou com a tríplice vitória de Tigran Petrosian (União Soviética), Lajos Portisch (Hungria) e Robert Hübner (Alemanha). Os três conquistaram vagas para o Torneio de Candidatos ao título mundial.
27/8/1984No Rio de Janeiro (RJ), morre João Lacerda Guimarães, campeão carioca em 1929 e vice-campeão brasileiro em 1930. Lacerda Guimarães nasceu no Rio de Janeiro (RJ) em 19/3/1903.
31/8/1984Em Tel Aviv (Israel), morre Moshe Czerniak. Ele nasceu em Warzsawa (Polônia) em 3/2/1910. Ele era judeu e, em 1937, imigrou para a Palestina. Em setembro de 1939, quando iniciou a Segunda Guerra Mundial, estava em Buenos Aires, integrante da equipe da Palestina nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez. Ele e muitos famosos enxadristas europeus resolveram ficar na Argentina, após o término da competição, por causa da guerra. Czerniak residiu em Buenos Aires de 1939 a 1952, quando editou os seus dois famosos livros: "La Partida Francese" e " El Final". em 1952, com a consolidação do Estado de Israel, foi residir nesse país. Representou Israel nas Olimpíadas de 1952 (Helsinque) e 1962 (Varna).
19/8/1989No Rio de Janeiro-RJ (bairro de Vila Valqueire), morre Heitor Moutinho Ribas, campeão em 1945 do antigo Estado do Rio de Janeiro (atual interior do novo Estado do Rio de Janeiro). Ribas foi campeão do Jacarepaguá Tênis Clube em 1966 e 1969. Campeão do Torneio de Aniversário do Jacarepaguá Tênis Clube (Prova Marcos Blum) em 1961, 1965 e 1968. Nasceu em 23/3/1917.
30/8/1995Nesta data, morre Lev Polugaewsky, um dos maiores jogadores da antiga União Soviética. Ele nasceu em Mogilev (Bielo-Rússia em 20/11/1934. Foi campeão soviético em 1966 e 1968. Nas décadas de 1960 e 1970, participou de quase todos os Torneios de Candidatos ao título mundial. Esteve no Brasil em 1973, quando se classificou para o Torneio de Candidatos ao chegar em terceiro lugar no Interzonal de Petrópolis (o campeão foi o brasileiro Henrique Meckink. O segundo foi o húngaro Lajos Portisch).
8/8/1998Nesta data, morre Lazlo Szabo, um dos grandes enxadristas da Hungria no século XX. Ele defendeu a Hungria em onze olimpíadas de xadrez de 1935 a 1968. Foi campeão húngaro em 1935, 1937, 1946, 1950, 1952, 1954, 1959 e 1967. Participou de quatro interzonais: Interzonal de 1948 (Saltsjöbaden, Suécia), ficando em segundo lugar atrás de David Bronstein; Interzonal de 1952 (Estocolmo, Suécia), ficou em quinto lugar; Interzonal de 1955 (Gotemburgo, Suécia), ficou em quarto lugar; Interzonal de 1958 (Portoroz, Iugoslávia), ficou em sétimo lugar. Participou do Torneio de Candidatos ao título mundial em 1950, 1953 e 1956. Lazlo Szabo nasceu em Budapeste (Hungria) em 19/3/1917.
21/8/1999 No Rio de Janeiro (RJ), morre Benedito Camargo, grande problemista nacional e um dos precursores do xadrez postal brasileiro. Ele nasceu em Jundiaí (SP) em 11/2/1905. Na década de 1960, manteve no bairro do Rocha (Rio de Janeiro), nos fundos da sua residência, o Centro Enxadrístico Benedito Camargo. Foi campeão do Torneio de Aniversário do Jacarepaguá Tênis Clube (Prova Marcos Blum) em 1966.
26/8/2001 No Rio de Janeiro-RJ (bairro de Realengo), morre Manoel da Silva Jonis, campeão do Interclubes-RJ (Classe B) em 1979 pelo Círculo do Peão Passado. Jonis foi campeão do Torneio Nocaute do Jacarepaguá Tênis Clube em 1982 e 1984. Nasceu em Campos (RJ) em 29/7/1938.
18/8/2010 No Rio de Janeiro (RJ), morre aos 88 anos de idade Hilwan Cantanhede, que foi presidente da Federação Metropolitana de Xadrez (FMX) de 1968 a 1970 . A FMX era antiga entidade controladora do xadrez da cidade do Rio de Janeiro, que foi substituída pela FEXERJ em virtude da fusão do Estado da Guanabara com o Estado do Rio de Janeiro. Hilwan Augusto Wanderley Cantanhede nasceu em Mossoró (RN) em 26/3/1922. Veio morar em Niterói e, depois, no Rio de Janeiro no início da década de 1940. Em 1967, foi campeão do Interclubes-RJ pelo Montanha Clube. Ainda pelo Interclubes (Classe B) foi campeão em 1994 pela AXAMA. Conquistou quatro títulos em torneios internos do Jacarepaguá Tênis Clube: bicampeão do Torneio Independência 1990/1991 e campeão do Torneio de Natal em 1987 e 1990. Além do Montanha Clube, AXAMA e Jacarepaguá TC, Cantanhede também jogou xadrez pelo Tijuca Tênis Clube e Clube Municipal.
4/8/2012 Em João Pessoa (PB), morre o grande enxadrista brasileiro Frank Lins, que foi oito vezes campeão paraibano de xadrez. Franklin Roberto Santana Lins nasceu também em João Pessoa (PB) em 1949. Participou três vezes da fase final do Campeonato Brasileiro: 1970 (Recife, PE), 1975 (Caxias do Sul, RS) e 1976 (João Pessoa, PB)
14/8/2012 Em Belgrado (Sérvia), morre aos 89 anos de idade o GM Svetozar Gligoric, vítima de AVC (acidente vascular cerebral). Ele nasceu também em Belgrado (a então capital da Iugoslávia) em 2/2/1923. Foi um dos maiores enxadristas do mundo nas décadas de 1950 e 1960. Gligoric foi doze vezes campeão da antiga Iugoslávia: 1947, 1948, 1949, 1950, 1956, 1957, 1958, 1959, 1960, 1962, 1965 e 1971. Participou dos Torneios de Candidatos ao título mundial em 1953 e 1959.

 

Efemérides mês de setembro
7/9/1533Em Londres (Inglaterra), nasce Elizabeth I, rainha da Inglaterra que gostava de jogar xadrez. Durante todo o seu reinado (1558 a 1603 ), aproveitou suas horas de lazer para jogar xadrez com a nobreza da corte, principalmente com Roger Ascham, seu professor de xadrez. Elizabeth I faleceu em Londres em 24/3/1603.
27/9/1566Em Alba (Itália) morre Marcus Jerônimo Vida, Bispo de Alba. Vida era poeta e escreveu em 1513 "Scacchia Ludos" (Jogo de Xadrez). O poema é uma narrativa fictícia da luta entre os deuses gregos Apolo e Hermes em uma partida satirizada do jogo de xadrez sob a contemplação da deusa do xadrez. Em 1763 (ver a nota abaixo), Sir William Jones deu o nome de Caissa à essa deusa do poema de Vida. Marcus Vida nasceu em Cremona (Itália) em 1490.
7/9/1726Em Dreux (França), próxima de Paris, nasce André Danican Philidor, considerado o campeão do mundo do século XVIII. Além de forte enxadrista, foi compositor e professor de música, sendo autor de famosas óperas. Aprendeu a jogar xadrez aos 10 anos de idade. Tornou-se o maior jogador de xadrez do seu tempo, época do famoso Café de la Régence, em Paris. Publicou diversos livros. O mais importante "Analyse du Jeu des Échecs" (Análise do Jogo de Xadrez), publicado em 1749 e traduzido para vários idiomas. Nesse livro, Philidor definiu os princípios estratégicos e táticos do xadrez. E defendeu a tese que " os peões são a alma do xadrez". Acrescentou no livro a importância de nunca fazer um lance de peão sem alguma razão. Seu nome é homenageado na Defesa Philidor (1 e4 e5 2 Cf3 d6). Faleceu em Londres (Inglaterra) em 31/8/1795.
28/9/1746Em Londres (Inglaterra), nasce o famoso lingüista inglês Sir William Jones, especialista em línguas orientais. Jones também era escritor e poeta. Em 1763, ele escreveu o poema "Caissa". Nesse poema, Jones dá o nome de Caissa à deusa do xadrez criada por Marcus Vida em 1513 (ver nota acima). O poema "Caissa" foi publicado pela Oxford em 1772. Sir William Jones faleceu em Calcutá (Índia) em 27/4/1794.
12/9/1800Em Chateau Latour (França), nasce Pierre Saint Amant, grande enxadrista francês da primeira metade do século XIX e contemporâneo de La Bourdonnais e Deschapelles, que foram considerados campeões do mundo em uma época que o título não era oficializado. Em 1842, Saint Amant promoveu a volta da famosa revista francesa Le Palamède, que havia paralisado após a morte de La Bourdonnais, o fundador da revista. Foi um dos primeiros enxadristas a jogar partidas por correspondência em 1836. Visitou diversas vezes a cidade de Londres, onde jogou com Cochrane e Staunton. Em 1861, deixou a França e foi morar na Argélia. Faleceu em Birmendreis Hydia (Argélia) em 29/10/1872.
14/9/1835 Em Londres (Inglaterra), morre Alexander McDonnell, que jogou com o francês La Bourdonnais uma série de matches que pode ser considerada como uma disputa do título mundial. Em 1834, eles jogaram cinco matches num total de 85 partidas. A vitória desses matches foi de La Bourdonnais,que obteve 44 vitórias para 28 de McDonnell e com 13 empates. McDonnell nasceu em Belfast, Ulster (Inglaterra) em 22/5/1798.
7/9/1842Em Lublin (Polônia), nasce Johann Hermann Zukertort. Morou na Alemanha e na Inglaterra. Em 1878, se radicou finalmente em Londres e se naturalizou cidadão inglês. Disputou com Wilhelm Steinitz em 1886 o primeiro match oficial da história do Campeonato Mundial. A vitória foi de Steinitz por 12,5 a 7,5. Quando jogava de brancas, costumava a fazer o primeiro lance com o cavalo do rei. A abertura é irregular e tem o nome de Abertura Zukertort (1 Cf3). Quase sempre a Abertura Zukertort se transforma em Abertura do Peão da Dama ou Gambito da Dama. Zukertort faleceu em Londres (Inglaterra) em 20/6/1888.
4/9/1862Em Campos (RJ), nasce João Caldas Viana Neto, o maior jogador brasileiro do século XIX e do início do início do século XX. Pertencia a nobre família do Império Brasileiro. Seu pai João Caldas Viana Neto, o Visconde de Pirapetinga, também era forte enxadrista. Seu avô foi governador da província do Rio de Janeiro. Em 1900, Caldas Viana venceu Silvestre de Barros em uma linda partida com muita combinação e sacrifícios, que é chamada de "A Imortal Brasileira". A Variante Rio de Janeiro na Defesa Berlinesa da Abertura Rui Lopes tem esse nome por causa de Caldas Viana, que criou e jogou muitas partidas utilizando a variante. Caldas Viana faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 4/10/1931.
11/9/1896Em Buenos Aires (Argentina), nasce Luís Palau, forte jogador sul-americano. Durante muitos anos, Palau editou e publicou a revista argentina Ajedrez, de circulação internacional. Defendeu a Argentina nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez em 1924 (Paris), 1927 (Londres) e 1928 (Haia). faleceu em Buenos Aires em 8/2/1971.
20/9/1896Em Berlim (Alemanha), nasce Friedrich Sämisch, grande enxadrista alemão do início do século XX. Sämisch foi contemporâneo Lasker, Capablanca, Alekhine, Bogoljubow, Marshall, Tartakower, Nimzowitsch e muitos outros fortes jogadores. Os principais torneios internacionais que conquistou foram: Viena (1921), Dortmund (1928) e Brno (1928). Certa vez jogava uma partida amistosa, quando o adversário ofereceu empate. Sämisch olhou fixamente para o seu interlocutor e respondeu: "como posso aceitar o empate de quem não tem nem a idéia de que está melhor na partida?". Sämisch faleceu em Berlim em 16/8/1975.
29/9/1897No Rio de Janeiro (RJ), nasce o General Edmundo Gastão da Cunha, campeão carioca em 1925 e 1959. Foi campeão das Forças Armadas em 1947, 1949 e 1951. Conquistou dez vezes o Campeonato Interno do Clube Militar do Rio de Janeiro. Foi presidente da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) de 1948 a 1951 e 1953 a 1966, com diversas reeleições nesses períodos. Faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 11/8/1970.
25/9/1902Em Neuilly sur Seine (França), morre Samuel Rosenthal. Nasceu em Suwalki (Polônia) em 7/9/1837. Foi morar na França em 1864, onde ficou até morrer. Ele era escritor e jornalista. Escreveu sobre xadrez em diversos jornais e revistas, com destaque para a coluna de xadrez no jornal francês "Monde Illustré" de 1885 a 1902, quando faleceu. Participou de muitos torneios internacionais.
28/9/1904Em Kharkov (Ucrânia), nasceTaya Efremoff, enxadrista naturalizada brasileira. Foi campeã brasileira em 1958 e 1959. Foi sócia atuante do Clube de Xadrez Epistolar Brasileiro (CXEB). Faleceu em São Paulo (SP) em 22/12/1991.
8/9/1922Em Bahia Blanca (Argentina), nasce Hector Rosseto. Ele foi cinco vezes campeão argentino individual: 1942, 1944, 1947, 1961 e 1972. Defendeu diversas vezes a Argentina nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez. Participou de muitos Zonais Sul-Americanos, inclusive o do Rio de Janeiro de 1957, no Clube Militar, que o classificou para o Interzonal de 1958 em Portoroz (Eslovênia, na época Iugoslávia). Rosseto faleceu em Buenos Aires em 23/1/2009.
30/9/1933Em Budapeste (Hungria), nasce Janos Laszlo Flesch. Em 1960, em Budapeste, Flesch estabeleceu novo recorde mundial de simulâneas às cegas ao enfrentar sem ver o tabuleiro 52 jogadores. O recorde anterior era de Miguel Najdorf, que jogou simultânea às cegas contra 45 enxadristas (São Paulo, SP - 1947). Flesch faleceu em Whitstable (Inglaterra) em 9/12/1983.
3/9/1946Em Canoas (RS), nasce Francisco Trois, que foi campeão do Zonal Sul-Americano de 1978, realizado no Hotel Samburá, em Tramandaí (RS). Com essa vitória, o enxadrista gaúcho também conquistou o título de Mestre Internacional. Trois foi vice-campeão brasileiro em 1972, 1974 e 1975. Foi diversas vezes campeão gaúcho.
30/9/1954Em São Paulo (SP), nasce Herbert de Carvalho, vice-campeão brasileiro em 1980 (O Brasileiro de 1980 foi realizado em Nova Friburgo (RJ). A única derrota do campeão Jaime Sunye Neto foi para Herbert de Carvalho). Herbert é filho do antigo jornalista Adriano de Carvalho, atuante dirigente do xadrez paulistas nas décadas de 1960 e 1970. Lígia de Carvalho (irmã de Herbert já falecida) foi tricampeã brasileira em 1978/1979/1980. Em janeiro de 1974, Herbert de Carvalho acompanhou o GM brasileiro Henrique Mecking (Mequinho) aos Estados Unidos (Augusta, Geógia), onde Mequinho disputou com Viktor Korchnoi as quartas-de-final do Torneio de Candidatos ao título mundial (o segundo de Mequinho na competição foi o GM sueco Ulf Andersson). Na década de 1970, Herbert escreveu excelente coluna de xadrez no jornal "A Folha de São Paulo".
23/9/1961Nesta data, entra em funcionamento a União Brasileira de Problemistas (UBP). A entidade foi fundada por 18 enxadristas adeptos da arte do problema de xadrez em 12/11/1960. A primeira diretoria foi a seguinte: presidente - Félix Sonnenfeld, vice-presidente - Almiro Zarur, secretário - José Figueiredo, tesoureiro - Joaquim Valadão Monteiro.
9/9/1963

Nesta data, o então campeão brasileiro Olício Gadia recebe um voto de congratulações por sua participação no II Torneio Memorial Capablanca, realizado em Havana (Cuba) em 1963. O ato foi aprovado por unanimidade pela Assembléia Legislativa do antigo Estado da Guanabara (atual município do Rio de Janeiro). O Memorial Capablanca de 1963 foi vencido por Viktor Korchnoi, da antiga União Soviética. Gadia obteve o terceiro lugar!! O II Torneio Memorial Capablanca está na relação dos 50 mais relevantes torneios da história do xadrez, publicada pelo Chessbase.

25/9/1968Em Kislovodsk (Rússia), morre o GM russo Vladimir Simagin. Faleceu de ataque cardíaco durante sua participação no Torneio Internacional de Kislovodsk (Cáucaso), cujo campeão foi o GM Efim Geller (Ucrânia-União Soviética). Na véspera do seu falecimento, Simagin venceu sua partida contra o iugoslavo Stamir Nicolitch. No dia seguinte, logo depois de perder para Leonid Shamkovich (Rússia-União Soviética), passou mal e faleceu. Perdeu por WO as três partidas que faltavam jogar na competição: para Bukuti Gurgenidz (Geórgia-União Soviética), David Bronstein (Ucrânia-União Soviética) e Efim Geller (Ucrânia-União Soviética). Vladimir Simagin nasceu em Moscou (Rússia) em 21/6/1919.
15/9/1969Em Porto Alegre, morre Abrão Lewinson, um dos fundadores do Metrópole Xadrez Clube. O MXC fica na Rua Vigário José Inácio, no Centro de Porto Alegre. Lewinson foi campeão gaúcho.
9/9/1986No Rio de Janeiro (RJ), morre o enxadrista Maurício Rangel Reis. Ele foi ministro do interior no Governo do Presidente da República Ernesto Geisel no período de 15/3/1974 a 15/3/1979. Foi forte jogador carioca. Participou de muitos torneios do Clube Militar e da Federação Metropolitana de Xadrez, antiga entidade da cidade do Rio de Janeiro. Na época em que foi ministro, participou do Torneio Aberto de Teresópolis. Nasceu em Nova Friburgo (RJ) em 2/3/1922.
23/9/2002Em Los Angeles (Estados Unidos), morre o GM Eduard Gufeld. Ele nasceu em Kiev (Ucrânia) em 19/3/1936. Foi escritor de livros sobre vários assuntos, inclusive xadrez e jornalista de xadrez. Trabalhou no jornal soviético Pravda. Esteve no Brasil em 1973, quando foi o segundo dos GMs Efim Geller (de nacionalidade também ucraniana) e Paul Keres (Estônia-União Soviética) no Interzonal de Petrópolis, competição vencida pelo GM brasileiro Henrique Mecking (Mequinho). Suas principais vitórias foram as conquistas dos Torneios Internacionais de Gori (1971), Tbilisi (1971 e Tbilisi (1974). Em 1995, Gufeld se radicou em Los Angeles (Estados Unidos).
29/9/2005Em Niterói (RJ), morre Henrique Pereira Maia Vinagre, campeão pelo antigo Estado do Rio de Janeiro (hoje Campeonato do Interior da FEXERJ) treze vezes: 1927, 1938, 1940, 1942, 1943, 1947, 1951, 1952, 1954, 1964, 1965, 1966 e 1970. Foi o primeiro campeão brasileiro postal pelo CXEB (Clube de Xadrez epistolar Brasileiro). Em 1999, recebeu o título de Mestre Internacional postal da ICCF (International Correspondence Chess Federation). Ainda menino foi morar com os pais em Niterói, onde desenvolveu durante décadas as diretrizes do xadrez do atual interior do Rio de Janeiro. Fundou vários clubes de xadrez e a Federação Fluminense de Xadrez (mentora do jogo no antigo Estado do Rio), pelos quais foi presidente em diversas épocas. Manteve nas décadas de 1960 e 1970 excelente coluna de xadrez no jornal "O Fluminense", editado em Niterói. Maia Vinagre nasceu em Barra do Piraí (RJ) em 17/6/1015.
9/9/2010Em Buenos Aires (Argentina), morre o Grande Mestre Bent Larsen, vítima de hemorragia cerebral. Ele nasceu Em Tilsted (Dinamarca) em 4/3/1935. Foi um dos maiores enxadristas da segunda metade do século XX. Venceu três interzonais (prova seletiva para o Torneio de Candidatos ao título mundial): Interzonal de Amsterdã (1964), Interzonal de Sousse-Tunísia (1967) e Interzonal de Biel-Suíça (1976). Participou de quatro Torneios de Candidatos em 1965, 1968, 1971 e 1977. Em 1971, publicou o livro "Minhas 100 Melhores Partidas", editado em inglês. Em 1982, foi morar na Argentina, na cidade de Martinez (província de Corrientes), com sua esposa argentina.

 

Efemérides mês de outubro
27/10/1847 Em Paris (França), morre Alexandre Louis Deschapelles, considerado campeão do mundo de 1800 a 1821. Ele nasceu em Vila d'Avray (França). Deschapelles gostava de jogar xadrez dando vantagem de material a seus adversários. Ganhava quase todas as partidas. Jogava xadrez no famoso Café de la Régence sempre quando estava em Paris, pois era militar e acompanhava Napoleão Bonaparte nas guerras de conquista do imperador francês pela Europa. Em 1821, seu forte jogo criativo começou a decair. Dois estudiosos enxadristas ingleses, William Lewis e John Cochrane, vieram de Londres jogar em Paris, no Café de la Régence, contra Deschapelles. Como fazia sempre, Deschapelles deu um peão de vantagem aos ingleses. Porém, seu jogo já não era tão bom como no passado e perdeu a maioria das partidas para Lewis e Cochrane. O francês Charles Labourdonnais, aluno de Deschapelles, também participou da competição, conseguindo totalizar o mais número de pontos e salvar a França no seu reduto. Declarando que o jogo estava entrando em uma etapa analítica, desprezando a criação, Deschapelles abandonou o xadrez para sempre e passou a jogar whist (espécie de jogo de baralho) o resto de sua vida.
2/10/1882 Em Zhitomir (Ucrânia), nasce Ossip Bernstein. Viveu poucos anos na Ucrânia, pois foi morar em Moscou (Rússia). em 1920, com o início da Revolução Comunista, abandonou a Rússia e foi residir em Paris, naturalizando-se cidadão francês. Mas foi na antiga Rússia czarista, na qual a Ucrânia pertencia, que Bernstein criou sua preciosa bagagem enxadrística, duelando com os grandes nomes do xadrez do início do século XX, com destaques para Lasker (na época,campeão mundial), Capablanca, Chigorin, Rubinstein, Spielmann, Tartakower e Nimzowitsch. Faleceu em um sanatório francês nos Pirineus em 30/11/1962.
12/10/1882 Em Stawiski (Polônia), nasce Akiba Rubinstein. Seu pai faleceu quando Rubinstein era ainda criança. Por isso, foi criado pelos avós, uma família de rabinos. Rubinstein aprendeu a jogar xadrez aos 16 anos de idade. Logo depois, conquistou o título de campeão da Polônia. Em 1909, em São Petersburgo, empatou na primeira colocação com o então campeão mundial Emanuel Lasker. O ano de 1912 foi o maior da sua carreira, pois conquistou o título em cinco torneios internacionais: San Sebastian (Espanha), Bad Pistyan (Alemanha), Breslau (Polônia), Warsaw (Estados Unidos) e Vilna (Lituânia). com essa brilhante performance, ele se candidatou a desafiar o campeão Emanuel Lasker pelo título mundial. O match estava marcado para 1914, mas com a deflagração da Primeira Guerra Mundial acabou nunca sendo realizado. Rubinstein faleceu em Anvers (Bélgica) em 14/3/1961, após muitos anos internado em um sanatório. Morreu pobre e esquecido.
10/10/1914 No Rio de Janeiro (RJ), nasce Arnaldo Parisot, vice-campeão brasileiro em 1941. Na verdade o Campeonato Brasileiro de 1941, conquistado por Ademar Silva Rocha, com Parisot em segundo, não existiu. A competição foi um evento realizado no Rio de Janeiro, a então capital da República, em homenagem ao 58º aniversário do Presidente Getúlio Vargas. Foi um torneio aberto a todos os enxadristas do Brasil, estabelecendo na época um recorde da América do Sul para eventos do gênero: 236 participantes. Em 1953, Ademar da Silva Rocha conseguiu que a diretoria da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) concedesse a ele o título de campeão brasileiro por essa conquista. Assim, Silva Rocha é oficialmente campeão brasileiro de 1941 e Arnaldo Parisot é o vice-campeão. Parisot faleceu em 22/10/1975.
11/10/1914 Em Nova Iorque (Estados Unidos), nasce Reuben Fine, um grande teórico do século XX. Venceu muitos torneios internacionais. Sua maior vitória foi a conquista do Torneio A.V.R.O. 1938, empatado com Paul Keres, quando venceu duas vezes o então campeão mundo Alexander Alekhine. Foi editor da revista norte-americana Chess Review. Publicou diversos livros. Os principais são: "Practical Chess Openings" (A Prática em Aberturas de Xadrez), "The Middle Game in Chess" (O Meio-Jogo em Xadrez) e "Basic Chess Endings" (Finais Fundamentais em Xadrez). fine fez também uma ampliação e revisão do excelente Livro de Griffith e H. White "Modern Chess Openings" (Modernas Aberturas de Xadrez). Faleceu em Nova Iorque em 26/3/1993..
15/10/1930 No Rio de Janeiro (RJ), nasce Fernando Frota, campeão em 1972 do antigo Estado do Rio de Janeiro (atual interior do novo Estado do Rio). Frota nasceu no bairro carioca de Bento Ribeiro, mas foi morar com a família em Macaé (RJ) com menos de um ano de idade. Nunca mais deixou a cidade de Macaé. Participou de muitos campeonatos do antigo e novo Estado do Rio de Janeiro. Faleceu em Macaé em 27/1/2004.
24/10/1930 Em Ubá (MG), nasce Eugênio Maciel German, o primeiro enxadrista brasileiro a conquistar o título de Mestre Internacional. O título foi conseguido pela sua grande performance no primeiro tabuleiro da equipe brasileira nas Olimpíadas de Helsinqui (Finlândia) em 1952. Foi campeão brasileiro em 1951e 1972. Vice-campeão brasileiro em 1952. German também participou dos Campeonatos Brasileiros de 1949 (quarto lugar) e 1950 (sexto lugar). Em 1962, conseguiu a classificação para disputar o Interzonal de Estocolmo, onde obteve sensacionais resultados, como a vitória sobre o GM da Hungria Lajos Portisch e empates com Geller e Korchnoi. Faleceu em Belo Horizonte (MG) em 1/4/2001.
25/10/1930 Em Lisboa, nasce o Mestre Internacional Joaquim Durão. Ele é recordista em títulos do Campeonato Individual Português, pois conquistou a competição treze vezes: 1955, 1956, 1958, 1959, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965, 1968, 1970, 1972 e 1973. Durão esteve no Rio de Janeiro (RJ) em 1970 (ver nota mais abaixo). Foi presidente da Federação Portuguesa de Xadrez nos períodos de 1968 a 1973, 1988 a 1997 e 2005 a 2007.
4/10/1947 Em Bucareste (Romênia), nasce Alexandru Segal, campeão brasileiro em 1974 (junto com Márcio Miranda) e 1978. Veio morar em São Paulo (SP) em 1971, onde se radicou e se naturalizou cidadão brasileiro. Conquistou o título de Mestre Internacional pela sua excelente participação no Torneio Internacional Cidade de São Paulo em 1977. Participou cinco vezes da equipe brasileira nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez: 1974 (Nice), 1978 (Buenos Aires), 1982 (Lucerna), 1984 (Tessalônica) e 1986 (Dubai). Foi campeão paulista em 1972, 1976, 1991 e 1993. Campeão de Santa Catarina em 1980. No início da década de 1970, escreveu coluna de xadrez no jornal A Folha de São Paulo.
13/10/1949 Em Poti (Geórgia), nasce Nana Alexandria, grande jogadora da época da União Soviética. Ela foi campeã feminina soviética em 1966, 1968 e 1969. Venceu o Interzonal Feminino de 1971. Participou dos Torneios de Candidatas ao título mundial em 1971 e 1974. Nesse último, venceu o match final contra Irina Levitina e se candidatou a disputar o título com a campeã mundial Nona Gaprindashivili. O match foi disputado em Tbilisi (Georgia) em outubro e novembro de 1975, com a vitória de Gaprindashivili por 8,5 a 3,5.
17/10/1960 Em Ribeirão Preto (SP), nasce o Mestre Internacional James Mann de Toledo, vice-campeão brasileiro em 1992 (o campeonato foi realizado em Curitiba, com a vitória de Darcy Gustavo Lima). James Mann de Toledo foi campeão paulista de 1985. Seu irmão charles Mann de Toledo também é um forte jogador do xadrez paulista.
30/10/1963 Em São Paulo (SP), nasce o Grande Mestre Gilberto Milos, que foi campeão brasileiro seis vezes: 1984, 1985, 1986, 1989, 1994 e 1995. Aprendeu a jogar xadrez com o pai aos cinco anos de idade. Aos 14 anos de idade, conquistou o Campeonato Paulista Juvenil. Foi tricampeão brasileiro juvenil em 1981, 1982 e 1983. Foi campeão do Zonal Sul-Americano em 1987. Conseguiu o título de Mestre Internacional em 1984 e o de Grande Mestre em 1988. Foi campeão paulista em 2002.
7/10/1965 Nesta data, J. T. Mangini, o então campeão carioca e presidente da Federação Metropolitana de Xadrez (FMX), joga uma sessão de partidas simultâneas no Jacarepaguá Tênis Clube. Mangini enfrentou 23 enxadristas do JTC, com 18 vitórias, um empate (Aírton Mendonça) e quatro derrotas (Carlos Jamil, João Arthur Sette, Lucindo Correia e Antônio Souza Lima). Dirigiu o evento o diretor de xadrez do clube Waldemar Costa. O presidente do Jacarepaguá TC Arthur Soares esteve presente no salão de xadrez do clube durante a simultânea.
10/10/1965 Em São Paulo (SP), nasce o Mestre Internacional Jefferson Pelikian, vice-campeão brasileiro em 1994. Pelikian foi campeão paulista em 1988 e 2001. Defendeu o Brasil em duas Olimpíadas Mundiais e Xadrez: 1996 (Erevan) e 1998 (Elista)
16/10/1965 No Rio de Janeiro (RJ), o Jacarepaguá Tênis Clube vence o amistoso com o Cascadura Tênis Clube por 4,5 a 0,5. O martch foi realizado na sede do Jacarepaguá TC, na Rua Mário Pereira, na Praça Seca (Jacarepaguá).
1/10/1970 Em Maringá (PR), nasce o Mestre Internacional Everaldo Matsuura, campeão brasileiro em 1991. Foi campeão paulista em 1998 e 2000. Campeão paranaense em 2002. Defendeu o Brasil na Olimpíada Mundial de Xadrez de 2002, realizada em Bled (Eslovênia).
23/10/1970 Nesta data, chega ao Rio de Janeiro uma equipe portuguesa: Joaquim Durão (presidente da Federação Portuguesa de Xadrez), João Cordovil e Marino Ferreira a convite do presidente da Federação Metropolitana de Xadrez Luciano de Andrade. Os portugueses participaram de torneios nos clubes da cidade do Rio de Janeiro.
30/10/1970 Em Baoding (China), nasce Xie Jun, campeã mundial de 1991 a 1996 e 1999 a 2001. Em 1991, Xie Jun interrompeu o longo período das enxadristas soviéticas no Campeonato Mundial Feminino ao vencer a georgiana Maia Chiburdanidze, que representava a União Soviética. Maia ostentava o título de campeã mundial desde 1978. Começava o ciclo do domínio das chinesas no xadrez feminino.
22/10/1975 No Rio de Janeiro (RJ), morre Arnaldo Parisot, grande enxadrista carioca da década de 1940. Ele é considerado vice-campeão brasileiro de 1941, cujo campeão foi Ademar Silva Rocha. Na verdade, o Campeonato Brasileiro de 1941 não existiu. Foi uma competição de âmbito nacional organizada pela Confederação Brasileira de Xadrez (CBX), realizada no Rio de Janeiro em homenagem ao 58º aniversário do Presidente Getúlio Vargas. Em 1953, Silva Rocha conseguiu que a CBX reconhecesse a oficialmente a competição como Campeonato Brasileiro de 1941. Arnaldo Parisot nasceu no Rio de Janeiro (RJ) em 10/10/1914.
17/10/1979 No Rio de Janeiro (RJ), morre o enxadrista Lucindo Correia. Foi campeão do Jacarepaguá Tênis Clube em 1959, 1961 e 1965. Lucindo Correia nasceu em 27/9/1925.
21/10/1982 Em Honollu (Hawaí, Estados Unidos), morre Edmund Edmondson Júnior, considerado o maior dirigente do xadrez dos Estados Unidos a partir de 1960. Edmondson durante as décadas de 1960 e 1970 ocupou o cargo de diretor executivo da United States Chess Federation (USCF). foi editor da revista oficial da USCF "Chess Life" e "Chess Review". Edmondson esteve no Brasil em 1973, durante a realização do Interzonal de Petrópolis, vencido pelo GM brasileiro Henrique Mecking (Mequinho). Edmund Edmondson nasceu em Rochester, Nova Iorque (Estados Unidos) em 13/8/1920.
11/10/1983 Em Gorlovka (Ucrânia), nasce o GM Ruslan Ponomariov, campeão do mundo de 2002 a 2004. Ponomariov também foi campeão pela equipe da Ucrânia nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez de 2004, realizada em Calvia (Espanha).
26/10/1987 No Rio de Janeiro (RJ), morre Nélson Dantas, vice-campeão brasileiro de 1954. Foi nove vezes campeão do Interclubes-RJ: 1936, 1944 e 1947 pelo Clube de Xadrez do Rio de Janeiro; 1939, 1948, 1951, 1954 e 1956 pelo Olímpico Clube; 1964 pelo Botafogo. Nélson Dantas nasceu no Rio de Janeiro (RJ) em 29/12/1908.
19/10/1988 Em Fortaleza (CE), morre Francisco Alves dos Santos, vice-campeão brasileiro em 1961. Francisco Alves foi campeão cearense nove vezes em 1957, 1958, 1959, 1961, 1964, 1965, 1968, 1969 e 1970. Participou da equipe brasileira na Olimpíada Mundial de 1972, em Skope (Macedônia). nasceu em Fortaleza (CE) em 20/10/1930.
26/10/1990 Em Havana (Cuba), morre o GM Guillermo Garcia, que foi campeão cubano em 1974, 1976 e 1983. Em 1977, Garcia conquistou o XIV Torneio Memorial Capablanca, tornando-se o primeiro cubano a ganhar a competição. Participou muitas vez da equipe cubana nas Olimpíadas Mundiais de Xadrez. Nasceu em Santa Clara (Cuba) em 9/12/1953.
6/10/2001 No Rio de Janeiro (RJ), morre Renê Tardin, campeão em 1939 pelo antigo Estado do Rio de Janeiro (atualmente interior do novo Estado). Tardin foi campeão em 1965 da classe B do Interclubes-RJ pelo Clube de Engenharia. Nasceu também no Rio de Janeiro em 5/7/1921.
10/10/2013 Em Itamonte (MG), morre Sílvio Teixeira Mendes, vice-campeão brasileiro em 1958 (o campeonato foi realizado no Clube Naval, na cidade do Rio de Janeiro, com a vitória de João Souza Mendes). Sílvio Mendes nasceu em Fortaleza (CE) em 1/8/1937. Veio com a família ainda criança para o Rio de Janeiro, onde aprendeu a jogar xadrez. Foi campeão do antigo Estado do Rio de Janeiro (atual interior do novo Estado) em 1971, 1973 e 1974. Foi campeão do Interclubes do Rio de Janeiro pela equipe do Tijuca Tênis Clube em 1969.
28/10/2014 No Rio de Janeiro (RJ), morre aos 45 anos de idade Ricardo de Souza Barata, vítima de ataque cardíaco. Ricardo Barata nasceu no Rio de Janeiro (bairro do Méier) em 22/8/1969. Foi presidente da Federação de Xadrez do Estado do Rio de Janeiro (FEXERJ) durante 15 anos de 6/2/1997 a 9/2/2012.

 

Efemérides mês de novembro
9/11/1719Em Modena (Itália), nasce Domenico Ponziano. Considerado um dos melhores jogadores do mundo do século XVIII, Ponziano publicou em 1769 o livro "Il giuoco incomparabile degli scacchi" (O incomparável jogo de xadrez). Faleceu também em Modena em 15/7/1796.
12/11/1850Em Gatchina - São Petersburgo (Rússia), nasce Mikhail Chigorin, considerado o patriarca do xadrez russo. Disputou o título mundial com Wilhelm Steinitz em 1889 (6 vitórias, 1 empate e 10 derrotas) e em 1892 (8 vitórias, 5 empates e 10 derrotas). Chigorin faleceu em Lublin (Polônia) em 25/1/1908.
7/11/1886Em Riga (Letônia), nasce Aaron Nimzowitsch. Grande teórico, é considerado entre os maiores jogadores do início do século XX, junto com Lasker, Capablanca, Alekhine. Marshal e Tarrasch. Foi autor de vários livros de xadrez, inclusive o famoso "Meu Sistema", publicado pela primeira vez em Berlim em 1925. Faleceu em Kobenhavn (Dinamarca) em 16/3/1935.
19/11/1888Em Havana (Cuba), nasce José Raúl Capablanca, campeão mundial de 1921 a 1927. Um dos maiores jogadores de xadrez de todos os tempos. Autor de dois livros da maior importância para o xadrez teórico: My Chess Career (Minha Vida no Xadrez), publicado em Londres 1920; e Chess Fundamentals (Xadrez Fundamental), também publicado em Londres em 1921.
24/11/1900

Em Berlim (Alemanha), nasce Kurt Richter, campeão alemão de 1935. Ele é famoso pela variante que leva seu nome: Ataque Richter (1 d4 Cf6 2 Cc3 d5 3 Bg5). Essa variante recebeu seu nome após ele vencer brilhantes partidas empregando o ataque. Foi primeiro tabuleiro na equipe alemã nas

s de 1936. Faleceu em Berlim em 29/12/1969.

23/11/1904Em Merida - Yucatan (México), nasce Carlos Torre, o primeiro mexicano a ganhar o título de Grande Mestre. É homenageado com variante um pouco parecida com a de Richter: ( 1d4 Cf6 2 Cf3 e6 3 Bg5), o Ataque Torre. Recebeu essa homenagem ao empregar o ataque na partida em que venceu o ex-campeão do mundo Emanuel Lasker no Torneio de Moscou 1925. Carlos Torre faleceu em Merida em 19/3/1978.
1/11/1906 Em Koselsk (Rússia), nasce Vasily Panov, considerado o maior conhecedor de todos os tempos da fase de aberturas do jogo de xadrez. Panov é famoso justamente pela publicação em Moscou em 1957 de um manual completo sobre aberturas. Publicou outros livros sobre algumas aberturas. Foi campeão da cidade de Moscou em 1929. Faleceu em janeiro de 1973 em Moscou.
21/11/1908 Em Gorodenka (Ucrânia), nasce Salo Flohr (Salomon Mikhailovic Flohr). Viveu muito tempo na Tchecoslováquia e em Moscou (Rússia), onde faleceu em 18/7/1983. Salo Flohr foi considerado no final da década de 1930 como o melhor jogador do mundo, mas o campeão mundial Alexander Alekhine não quis disputar o título com ele (na época o campeão é que escolhia seu adversário). Alekhine preferiu jogar com o holandês Max Euwe.
26/11/1911Em Ozorkov (Polônia), nasce Samuel Reshevsky. Aos nove anos de idade, sua família emigrou para os Estados Unidos, quando ele já era forte jogador de xadrez e jogava simultâneas contra adultos em todo seu novo país. Reshevsky participou do torneio em 1948 (vencido por Botvinnik) para apontar o campeão do mundo após a morte de Alekhine. Esteve no Brasil em 1973, participando do Interzonal de Petrópolis (vencido por Mequinho). Faleceu em 4/4/1992.
4/11/1913Em Bogoliubovo (Rússia), nasce Elisaveta Bykova. Ela foi campeã do mundo de 1953 a 1956 e de 1958 a 1962. Bykova faleceu em 8/3/1988.
4/11/1916Em São Paulo (SP), nasce Flávio de Carvalho Júnior, campeão brasileiro em 1952; e vice-campeão brasileiro em 1944. Foi campeão paulista em 1954. Flávio faleceu em 4/7/1990.
5/11/1917Em São Paulo (SP), nasce José Carlos de Almeida Soares. Dirigente do xadrez, autor de livros e colunas de xadrez em jornais. Foi campeão do antigo Estado do Rio em 1948, 1950 e 1962. Faleceu em 5/3/1990 no Rio de Janeiro.
22/11/1929Em Milagres (CE), nasce Luciano Belém. Radicou-se no Rio de Janeiro no início da década de 1950. Foi vice-campeão brasileiro em 1952 (o campeão foi Flávio de Carvalho de São Paulo). Luciano Belém faleceu no Rio de Janeiro em 4/7/2001.
16/11/1930Em São Paulo (SP), nasce Dora de Castro Rúbio, campeã brasileira nos anos de 1957, 1960, 1961 e 1962. Nascida e criada no bairro paulistano do Brás, Dora surgiu no cenário enxadrístico ao vencer o torneio feminino do popular de xadrez do jornal paulista "A Gazeta" em 1957. Por isso, foi chamada pela CBX para disputar o primeiro Campeonato Brasileiro Feminino, disputado em 1957 em São Paulo, o qual venceu.
20/11/1934Em Mogilev (Bielo-Rússia), nasce Lev Polugaevsky. Um dos grandes jogadores soviético, sempre bem cotado para a disputa do título mundial nas décadas de 1960 e 1970. Poluga participou do Interzonal de Petrópolis (RJ) em 1973, vencido por Mequinho. Faleceu em 30/8/1995.
9/11/1944Em New Jersey (Estados Unidos), morre Frank Marshall, um dos candidatos ao título mundial no início do século XX. Em 1907, em Nova Iorque, jogou match pelo mundial com Emanuel Lasker, vencido por Lasker. Marshall nasceu em Nova Iorque em 10/8/1877.
8/11/1960Em Santos (SP), nasce Marcos Paolozzi. Foi campeão brasileiro em 1983 junto com Jaime Sunye Neto (não houve desempate). Marcos Paolozzi Sérvulo da Cunha também foi vice-campeão brasileiro em 1982.
19/11/1960Nesta data, é inaugurada a sede própria do Clube de Xadrez São Paulo, na Rua Araújo (Centro de São Paulo), com a presença de Ademar de Barros, prefeito de cidade de São Paulo . A sede do CXSP é uma das maiores do xadrez mundial, ocupando quatro andares de um edifício-garagem, construído pela empresa Villares Engenharia. O presidente do clube era Márcio Elísio de Freitas (casado com uma moça da família Villares). Márcio Elísio conseguiu a nova sede, com toda a documentação em nome do CXSP, sem o clube precisar gastar um tostão.
30/11/1962Em um sanatório nos Pirineus Franceses, morre Ossip Bernstein. Nasceu em Zhitomir (Ucrânia) em 2/10/1882. Em 1920, após a revolução comunista, conseguiu sair da União Soviética. Foi para a França, onde se naturalizou. Mas foi na antiga Rússia czarista, na qual a Ucrânia pertencia, que Bernstein criou sua preciosa bagagem enxadrística, duelando com os grandes nomes do xadrez do início do século XX, com destaques para Lasker (na época,campeão mundial), Capablanca, Chigorin, Rubinstein, Spielmann, Tartakower e Nimzowitsch.
3/11/1963Em Belgrado (Iugoslávia), morre Boris Kostich. Em 1916, Kostich jogou às cegas contra trinta adversários, superando o recorde mundial de Harry Pillsbury (em 1902, Pillsbury jogou contra 21 jogadores). Kostich nasceu em Vrsac (Sérvia-Iugoslávia) em 24/2/1887.
21/11/1969Em Buenos Aires (Argentina), morre Arnoldo Ellerman. Foi editor em períodos diferentes das revistas mensais "Caissa"e "El Ajedrez Argentino". Problemista de renome internacional, escreveu diversos livros sobre a arte de composição em xadrez. Participou do primeiro torneio sul-americano, realizado em Montevidéu em 1911, que foi vencido pelo também argentino Roberto Grau. Ellerman nasceu em Buenos Aires em 12/1/1893.
5/11/1971O presidente da FIDE Max Euwe chega ao Rio de Janeiro a convite do então presidente da entidade do xadrez carioca Luciano de Andrade. Euwe, que foi campeão mundial de 1935 a 1937, jogou uma simultânea no Rio contra 25 tabuleiros (15 vitórias, 4 empates e 6 derrotas)
17/11/1971Em Trure - Condado de Cornwall (Inglaterra), nasce Michael Adams, apontado por muitos como o maior jogador do Reino Unido de todos os tempos. Em 1989, com apenas 17 anos de idade, já era GM. Foi campeão inglês em 1989 e 1997. Em 2005, fez parte dos oito selecionados da FIDE para a disputa do Mundial de San Luis (Argentina), vencido por Veselin Topalov (Bulgária).
8/11/1989Em Recife (PE), morre Eduardo Asfora. Ele foi vice-campeão brasileiro em 1950, 1962 e 1971. Em 1962, Olício Gadia foi o campeão brasileiro, mas Asfora não ganhou o título por não ter dado mate em três lances na partida que perdeu para Gadia. Asfora nasceu em 5/8/1924.
25/11/1996Em São Paulo (SP), tem início o match amistoso entre Judit Polgar (Hungria) e Gilberto Milos (Brasil). O evento terminou em 29/11/1996, com a vitória de Polgar por 2,5 a 1,5.
12/11/2001
Em Birmingham (Inglaterra), morre Anthony Miles, campeão mundial juvenil em 1974, quando conquistou o título de MI. Em 1976, conseguiu o título de GM. Miles esteve no Rio de Janeiro em 1979, para assistir o Interzonal do Copacabana Palace. Nasceu também em Birmingham em 23/4/1955.
22/11/2005 Em Porto Alegre (RS), morre Egon Carli Klein, vítima de falência múltipla dos órgãos devido a um câncer. Egon Klein foi presidente da Federação Gaúcha de Xadrez e do Metrópole Xadrez Clube. Em 2004, publicou o livro "Xadrez, A Guerra Mágica".
18/11/2012

Em Kirkland (Estados Unidos), morre aos 55 anos de idade a GM feminina Elena Akhmilovskaya, vítima de câncer no cérebro. Ela nasceu em Leningrado (atual São Petersburgo, na Rússia) em 11/3/1957. Em 1986, após conquistar o Torneio das Candidatas, Akhmilovskaya disputou o título mundial feminino com a campeã Maia Chiburdanidze, quando perdeu o match por 8,5 a 5,5. Foi campeã olímpica mundial feminina nas fortes equipes da União Soviética em 1978 (Buenos Aires) e 1986 (Dubai). Na Olimpíada Mundial de Tessalonica (Grécia) em 1988, Akhmilovskaya, junto com a campeã mundial Chiburdanidze e outras grandes jogadoras soviéticas, fazia parte da equipe da União Soviética, favorita para ganhar a competição. Porém, a URSS perdeu o match para a Hungria por 2 a 1 e o título. A equipe húngara era formada por três irmãs adolescentes e pouco conhecidas na época: Susan Polgar (19 anos), Sofia Polgar (14 anos) e Judit Polgar (12 anos). Antes do final das Olimpíadas, Akhmilovskaya conseguiu tornar real o seu sonho de fugir da União Soviética. Por volta das 23 horas, ludibriou a vigilância dos agentes da KGB soviética e saiu do hotel em disparada pelas ruas. Pegou um táxi e foi direta para o consulado dos Estados Unidos em Tessalonica. O técnico da equipe dos Estados John Donaldson estava a esperando no consulado. Após se casar com Donaldson no próprio consulado, Akhmilovskaya fugiu para os Estados Unidos via Frankfurt (Alemanha). Todo o esquema da fuga foi elaborado por dois GMs que também já tinham fugidos da União Soviética: Boris Gulko (radicado nos Estados Unidos) e Gennadi Sosonko (radicado na Holanda).

 

Efemérides mês de dezembro
13/12/1840 Em Londres (Inglaterra), morre Louis La Bourdonnais. Ele nasceu em Saint-Maló (França) em 1795, mas passou boa parte da sua existência na Inglaterra. Na sua época não havia disputa pelo título mundial, mas é apontado pelos historiadores como campeão do mundo do início do século XIX. A razão foi as suas vitórias nas séries de matches contra os ingleses John Cochrane (1821) e Alexander McDonnel (1834).
10/12/1841 Em Manchester (Inglaterra), nasce Joseph Henry Blackburne. Ele é considerado o primeiro jogador do mundo a ter o xadrez como única profissão, pois em 1868 (aos 27 anos de idade) abandonou a vida de negociante para ter todo o seu sustento financeiro no xadrez. Nesse ano de 1868 foi campeão britânico. Com praticamente todo seu tempo dedicado ao xadrez conseguiu a proeza de atuar em todos os grandes torneios internacionais da sua época durante 52 anos de 1862 a 1914. Blackburne faleceu em Londres (Inglaterra) em 1/9/1924.
3/12/1885 Em Kempen (Polônia), nasce Edward Lasker, primo distante do campeão do mundo Emanuel Lasker. Morou em Berlim (onde se formou em Engenharia) e Londres. Durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) foi viver nos Estados Unidos, onde se naturalizou. Venceu cinco vezes o Campeonato Aberto Americano: 1916, 1917, 1919, 1920 e 1921. Foi autor de livros de xadrez. O mais famoso é "The Adventure of Chess" (A Aventura do Xadrez), publicado em Nova Iorque em 1950. O livro tem texto agradável e conta a história do xadrez desde sua invenção. Edward Lasker faleceu em Nova Iorque (Estados Unidos) em 23/3/1981.
14/12/1885 Em Viena (Áustria), morre Ernst Falkbeer. Ele nasceu em Brno (República Tcheca) em 27/6/1819. Em 1864, por motivos políticos, foi morar em Viena. Seu nome ficou imortal por causa do Contra-Gambito Falkbeer (1 e4 e5 2 f4 d5). Em todas as suas partidas contra o Gambito do Rei (muito usado no século XIX), Falkbeer empregou a variante que leva seu nome.
25/12/1899 Em Nova Iorque (Estados Unidos), nasce o famoso ator de cinena Humprey Bogart. Ele foi grande entusiasta do xadrez, ocupando até o cargo de diretor da Federação de Xadrez dos Estados Unidos. Muitos filmes em que participou, Bogart aparece jogando xadrez. Faleceu em Beverly Hills (Califórnia - Estados Unidos) em 14/1/1957.
26/12/1906 Em Azul (Argentina), nasce Jacobo Bolbochan. Gande jogador argentino da primeira metade do século XX foi bicampeão argentino em 1931-1932. Seu irmão caçula (14 anos mais jovem do que ele) Julio Bolbochan também foi forte jogador da Argentina. Jacobo Bolbochan faleceu em 1984.
1/12/1907 Em Nova Friburgo (RJ), nasce Galdino El-Jaick, que foi campeão do antigo Estado do Rio de Janeiro (atualmente interior do atual Estado) em 1963. Galdino faleceu em 28/7/1995.
19/12/1907 Em Idrija (Iugoslávia), nasce Vasja Pirc. Foi bicampeão da Iugoslávia em 1936-1937. Grande teórico, escreveu livros sobre xadrez. A Defesa Pirc (1 e4 d6) tem seu nome devido a muitas vitórias que conseguiu com essa variante. Vasja Pirc faleceu em Liubliana (Eslovênia) em 2/6/1980
17/12/1908 Em Fortaleza (CE), nasce Tomás Pompeu Acióli Borges, que foi campeão brasileiro em 1935. Outros títulos importantes: campeão carioca 1930, campeão da Prova Clássica Caldas Viana 1933 e campeão diversas vezes do Interclubes-RJ pelo Fluminense. Acióli Borges faleceu no Rio de Janeiro em 18/9/1986.
29/12/1908 No Rio de Janeiro (RJ), nasce Nélson Dantas, que foi vice-campeão brasileiro em 1954 (o campeão foi João de Souza Mendes). Nélson Dantas foi campeão diversas vezes do Interclubes-RJ pelo Olímpico Clube. Faleceu também no Rio de Janeiro em 26/10/1987.
12/12/1915 Em Hoboken - New Jersey (Estados Unidos), nasce Frank Sinatra. O famoso cantor e ator de cinema foi amante do jogo de xadrez, sendo visto muitas vezes nos clubes de xadrez dos Estados Unidos assistindo partidas e até jogando. Sinatra faleceu em 15/5/1998.
22/12/1946 No Clube de Xadrez do Rio de Janeiro, Miguel Najdorf realiza sessão de partidas simultâneas contra 25 adversários, sendo três sem ver o tabuleiro. Najdorf obteve 22 vitórias e três empates (Lauro Demoro, José Carlos de Almeida Soares e Nélson Dantas). O clube ficava na Rua Uruguaiana, no centro da cidade do Rio de Janeiro, a então capital federal.
10/12/1949 No Rio de Janeiro (RJ), morre o grande problemista de xadrez Caubi Pulchério. Ele também figurou entre os maiores jogadores de seu tempo, conquistando os títulos de campeão carioca de 1933 e da Prova Clássica Caldas Viana 1934. Integrou a equipe do Brasil nas Olimpíadas de Xadrez 1936, em Munique (Alemanha). Pulchério nasceu em Corumbá (MS) em 1/2/1903.
28/12/1956 No Centro da cidade do Rio de Janeiro, é fundado o Clube de Xadrez Guanabara. Na década de 1920, também no Centro do Rio, existiu um clube de xadrez com o mesmo nome
28/12/1957 No Rio de Janeiro (RJ), nasce Ricardo da Silva Teixeira, que foi vice-campeão brasileiro em 2002 - Teixeira disputou o título de campeão em match-desempate com Darcy Lima, em Rio das Ostras (RJ). Ricardo Teixeira foi campeão estadual-RJ em 1993. Campeão carioca em 1992, 1993, 1996 e 1999.
19/12/1959 No Rio de Janeiro (RJ), morre Heitor Alberto Carlos, campeão carioca de 1922. Oficial do Exército (reformado no posto de general), participou de muitos torneios no Clube Militar e nas Forças Armadas. Integrou a equipe do Brasil nas Olimpíadas de Xadrez 1936, em Munique (Alemanha). Nasceu em 26/6/1890.
11/12/1969 Em Madras (Índia), nasce Viswanathan Anand, um dos maiores jogadores do mundo da atualidade. Anand foi campeão mundial 2000-2001. Em 2007, voltou a conquistar o título mundial, o qual mantém até os dias atuais.
28/12/1969 Em São Paulo, morre Klaus Ulrich Heilbrun (alemão radicado em São Paulo). Dirigente e árbitro de xadrez, foi o introdutor do Sistema Suíço no Brasil. Os dois primeiros Campeonatos Brasileiros pelo Sistema Suíço foram dirigidos por Heilbrun: 1954 (realizado em São Paulo) e 1958 (realizado no Rio de Janeiro).
5/12/1979 No Uzbequistão, nasce Rustan Kasimdzhanov, campeão mundial 2004-2005. Participou do Mundial de San Luis (Argentina) 2005, vencido pelo búlgaro Veselin Topalov.
28/12/1979 Em São Luiz (MA), nasce Rafael Dualibe Leitão, campeão mundial pré-infantil (onze anos de idade) em 1991. Rafael conquistou o Campeonato Brasileiro Individual em 1996, 1997, 1998, 2004 e 2011. Foi campeão paulista em 2003 e 2006. Conquistou o título de Grande Mestre em 1998.
30/12/1980 Em Niterói (RJ), morre Ramia Abi-Ramia, campeão em 1936 do antigo Estado do Rio de Janeiro (interior do novo Estado surgido com a fusão). Ele nasceu em Hadychahrour (Líbano) em 28/6/1902.
9/12/1983 Em Whitstable (Inglaterra), morre Janos Laszlo Flesch. Ele nasceu em Budapeste (Hungria) em 30/9/1933. Em 1960, em Budapeste, Flesch estabeleceu novo recorde mundial de simultâneas às cegas ao enfrentar sem ver o tabuleiro 52 jogadores. O recorde anterior era de Miguel Najdorf, que jogou simultânea às cegas contra 45 enxadristas (São Paulo, SP - 1947).
22/12/1991 Em São Paulo (SP), morre Taya Efremoff, enxadrista naturalizada brasileira, que nasceu em Kharkov (Ucrânia) em 28/9/1904. Foi campeã brasileira em 1958 e 1959. Foi sócia atuante do Clube de Xadrez Epistolar Brasileiro (CXEB).
13/12/1994 Em Moscou (Rússia) morre Olga Rubtsova, que foi campeã do mundo de 1953 a 1956. Foi campeã feminina da União Soviética em 1931, 1937 e 1949. Rubtsova nasceu em Moscou em 20/8/1909.
11/12/1999 Em Belo Horizonte (MG), morre Palas Athenas Veloso, campeã brasileira em 1988 e 1993. Palas Veloso nasceu também em Belo Horizonte em 9/2/1961. Em 1985, foi morar em Blumenau (SC), representando o Estado de Santa Catarina nos Campeonatos Brasileiros em que participou. Ocupou o cargo de presidente do Clube de Xadrez de Blumenau.
5/12/2006 Em Minsk (Bielorrússia), morre o Grande Mestre ucraniano David Bronstein. Ele foi um dos maiores jogadores do mundo. Em 1951, empatou com Mikhail Botvinnik pelo Campeonato Mundial. O match foi realizado em Moscou (Rússia) em 24 partidas. Terminou empatado em 12 a 12, mas Botvinnik continuou com o título por ser na época o campeão mundial. Bronstein foi campeão da Ucrânia em 1939. Campeão de Moscou em 1946. Bicampeão da União Soviética em 1948 e 1949. Venceu o Interzonal de 1948, realizado em Salsjöbaden (Suécia), classificando para o Torneio de Candidatos de 1950 (Budapeste, Hungria), que também venceu. Com a vitória no Torneio de Candidatos ganhou o direito de jogar com Botvinnik pelo título mundial. Bronstein esteve no Brasil em 1973, quando participou do Interzonal de Petrópolis, que reuniu 18 enxadristas em luta pelo título mundial (o campeão foi o brasileiro Henrique Mecking, o Mequinho. Bronstein ficou em sexto lugar). Nasceu em Belaya-Tserkov (Ucrânia) em 19/2/1924.
9/12/2013 Em Buenos Aires (Argentina), morre aos 90 anos de idade o Mestre Internacional Alberto Foguelman. Ele nasceu em Buenos Aires em 13/10/1923. A carreira enxadrística de Foguelman foi em uma época que era difícil obter o título de GM, mas foi um grande jogador de categoria de um GM. Conquistou o título de Mestre Internacional em 1963. Fez parte da forte equipe da Argentina na Olimpíadas de Xadrez de Leipzig (Alemanha) em 1960 e Varna (Bulgária) em 1962. Foi vice-campeão do Zonal Sul-Americano em Fortaleza (CE) em 1963 (o campeão foi o GM argentino Hector Rosseto). Terminou empatado na primeira colocação no Zonal Sul-Americano em Rio Hondo (Argentina) em 1966, com Henrique Mecking (Mequinho), Julio Bolbochan e Oscar Panno (no desempate, o campeão foi o brasileiro Mequinho). Participou o Interzonal (prova seletiva do Campeonato Mundial) em Amsterdam (Holanda) em 1964.